Portas sempre abertas | Capítulo 2

Cores vibrantes e referências étnicas pontuam a casa linda da artista

Difícil não querer ver um pouco mais da casa da ceramista Flavia Del Pra. Afinal, seu jeito descontraído de levar a vida influencia diretamente a decoração dos ambientes que compartilha com os amigos e visitas. Com olhar e <3 de artista, ela é capaz criar arranjos lindos de forma despretensiosa. Se você perdeu o começo da história, leia o Capítulo 1.

… Já era de se esperar que alguém que produz peças de cerâmica e azulejos desenhados tivesse uma quedinha pelas cores, mas a Flavia é tão apaixonada pelo efeito positivo que elas causam que faz questão de ter detalhes coloridos em todos os cômodos. Há muitos anos seu tom preferido é o azul turquesa, porém nunca se sabe quando isso pode mudar. Misturar estampas também é algo natural para ela, por isso almofadas, mantas, luminárias e objetos menores costumam se deslocar pela casa formando novas composições. Outra coisa que não pode faltar são as flores – sempre tem um vaso apoiado em algum móvel para alegrar e perfumar os espaços.

decoracao_historiasdecasa_flaviadelpra_19

decoracao_historiasdecasa_flaviadelpra_20

decoracao_historiasdecasa_flaviadelpra_21

Com vista para as ruas arborizadas do bairro residencial, a cobertura é um dos cantos favoritos da família. Desde a reforma, realizada na época em que a moradora estava se mudando para o imóvel, o deck de madeira é o lugar escolhido para apreciar o pôr do sol ou curtir as tardes de descanso durante o final de semana. A sala de televisão tem laterais envidraçadas e é bem aberta, mas consegue ser aproveitada até mesmo nos dias mais frios por conta da lareira instalada em um bloco de alvenaria. Para facilitar a vida, nesse mesmo cômodo foi criado um pequeno lavabo pintado de azul, assim as pessoas não precisam ficar subindo e descendo as escadas toda hora.

decoracao_historiasdecasa_flaviadelpra_ij

decoracao_historiasdecasa_flaviadelpra_24

decoracao_historiasdecasa_flaviadelpra_26

decoracao_historiasdecasa_flaviadelpra_22

decoracao_historiasdecasa_flaviadelpra_23

decoracao_historiasdecasa_flaviadelpra_25

Para Flavia, morar em São Paulo tem suas alegrias e tristezas, porém ela conseguiu extrair o melhor da cidade através da construção que integra áreas internas e externas quase como se não houvesse barreiras. Também, quem poderia reclamar da rotina quando a janela do quarto se abre para uma exuberante jabuticabeira? Aliás, o verde das plantas vai bem com todas as outras cores usadas na decoração do ambiente: a parede da cabeceira, por exemplo, ganhou um suave tom erva doce, fundo perfeito para a colcha de patchwork. As texturas, a madeira e o ar sereno lembram um pouco o clima do interior, onde a ceramista cresceu.

A poucos passos dali fica o quarto do filho da moradora, de cinco anos. Uma das paredes recebeu tinta azul e os carrinhos e barquinhos se espalham pelos cantos, no entanto aqui não existe aquele preconceito ultrapassado que diz que os dormitórios de meninos não devem ter estampas ou elementos delicados. Pequenos quadros, bandeirolas e prateleiras amarelas tornam o espaço mais interessante fugindo do óbvio. Ao lado da cama baixinha, uma das luminárias assinadas pela mãe garante a luz ideal para o fim do dia.

decoracao_historiasdecasa_flaviadelpra_27

decoracao_historiasdecasa_flaviadelpra_28

decoracao_historiasdecasa_flaviadelpra_29

As cores e estampas acompanham Flavia desde criança, inseridas fundo na memória. E a casa, que está aí para contar toda essa história e as que ainda virão, se tornou um território livre onde a brincadeira de misturar é sempre permitida. É claro que a arquitetura ajuda a criar uma atmosfera acolhedora, com suas aberturas e o jardim à mostra, mas é através dos objetos queridos e das lembranças expostas que se faz um verdadeiro lar.

fim-final

Fotos por Rafaela Paoli

Deixe seu comentário 9 Comentários

  1. Linda casa, amei todos os detalhes! Parabéns

    Responder
  2. Bem do jeito que eu gosto,uma casa com vida e colorida!bj
    http://minhaminimansao.blogspot.com.br/

    Responder
  3. Bom dia. Belíssimas casas. Gostaria de saber (se possível) qual a cor da parede que aparece na sala da casa da Flávia? Tenho uma parede pintada na minha sala que já está desbotada e desejo mudá-la. Obrigada, Denise.

    Responder
    • Oi Denise!
      Que bom que gostou, obrigada!
      Linda essa cor da parede né? Vamos tentar descobrir e te falamos, tá? 😉

      Responder
      • Oi, queridos!!
        Quero muito também saber a cor daquele rosa da parede da sala. É possível descobrir??
        Abraços

        Responder
        • Oi Thais, tudo bem?
          Na época em que publicamos a matéria muita gente nos perguntou sobre essa cor, mas infelizmente a dona da casa não tinha mais o nome da tinta! De qualquer forma, você pode usar a foto como referência e comprar aqueles testes de tinta pequenos para conseguir chegar em uma cor aproximada. Beijos!

          Responder
  4. Linda demais essa casa!Aconchego e alegria traduz todas as cores.Qual a cor da parede da sala?

    Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Histórias

Tags