Roberta Cardoso

Conheça o ateliê que a designer criou em seu apartamento cheio de relíquias

A decoração faz parte do nosso dia a dia, por isso conseguimos enxergar ideias interessantes em quase todo lugar, inclusive em ambientes de trabalho. Depois de perceber que esses espaços também tinham suas histórias pra contar, decidimos criar uma nova seção aqui no blog, chamada POR AÍ. Além de mostrar onde pessoas talentosas trabalham e como a criatividade pode melhorar a rotina, vamos falar sobre a carreira de cada uma delas… Vem com a gente conhecer um apartamento-ateliê bem aconchegante:

“O universo criativo sempre me atraiu.”, confessa Roberta Cardoso – a mente (e as mãozinhas delicadas) por trás de lindos objetos artesanais em porcelana. Influenciada por seu pai, que tinha a pintura como um hobby, ela conquistou intimidade com as artes logo cedo, frequentando aulas na infância e na adolescência. O talento de família e o interesse pelas diversas etapas de criação levaram Roberta ao curso de Desenho Industrial com ênfase em programação visual, área na qual atua desde então. Apesar de gostar muito de seu trabalho, há algum tempo ela percebeu que precisava extravasar ainda mais sua imaginação. Assim, sem muito planejamento, nasceu a marca Roberta Handmade.

À frente de seu próprio estúdio de design gráfico e direção de arte desde 2009, Roberta possui uma boa parcela de clientes ligados ao mercado de moda, o que significa prazos apertados e briefings bem específicos – ou seja, passar dias inteiros encarando o computador não era nenhuma novidade em sua rotina. A saudade de colocar a mão na massa e de produzir com tranquilidade foi o que motivou o surgimento dessa carreira em paralelo: “Estava sentindo muita falta de fazer coisas mais manuais, então entrei em um curso de colagem e em seguida fiz outro de pintura em porcelana. Gostei tanto que nunca mais parei!”, conta ela.

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-02

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-03

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-04

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-05

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-06

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-07

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-08

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-10

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-14

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-11

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-12

O que poderia ter virado simplesmente um hobby, tal qual o de seu pai, acabou se transformando em um negócio promissor, cheio de identidade e afeto. A originalidade das peças ajudou Roberta a se destacar em meio a tantos artistas, no entanto ela cede parte do mérito ao seu background como designer – de certa forma essa experiência prévia como empreendedora serviu para impulsionar a nova marca. Tanto que os primeiros itens produzidos se esgotaram rapidamente em bazares e não demorou muito para que ela fosse convidada a realizar uma exposição na Galeria Nacional, em São Paulo. Se faltava algum sinal para Roberta acreditar no potencial de seus produtos, ali estava ele.

“É muito bacana e estimulante criar algo que desperta desejo e que faz sentido não só para você.”

Roberta diz que um dos desafios de seu trabalho é fazer peças surpreendentes em um mundo tão globalizado, onde todo mundo tem acesso a tudo e as opções são praticamente infinitas. Mas difícil não quer dizer impossível, certo? Desde que lançou o selo Roberta Handmade, a designer conseguiu criar pelo menos dois modelos de pratos de parede que, de tão inusitados, acabaram se transformando em marcas registradas: um deles é o Vulcão, resultado de suas primeiras aventuras com decalque e tinta na porcelana, e o outro é a bandeja Olho, com formato que foge do comum.

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-13

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-15

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-16

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-17

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-18

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-20

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-19

A princípio Roberta bem que tentou reunir as duas carreiras no mesmo espaço físico, porém o ritmo de seu estúdio gráfico – sempre acelerado – batia de frente com a calma necessária para o fazer manual. “Percebi que esses movimentos são diferentes e que preciso de muita concentração para pintar, por isso transferi o ateliê para o meu apartamento. A vantagem é ter esse clima sossegado, mas ainda estou aprendendo a dosar o tempo que devo dedicar a cada uma das atividades.”, explica ela. Assim o processo de desenvolvimento de cada objeto pode seguir seu próprio passo, sem regras ou prazos.

“Acredito que o repertório visual e todas as experiências vividas e sentidas acabam aparecendo, de forma explícita ou subjetiva, em um trabalho que envolve criação.”

Nem sempre o trabalho de Roberta é linear, aliás, quanto mais sentimento e menos “controle” envolvidos, melhor. Tudo começa com a pesquisa e o garimpo de peças de porcelana em branco, porém a partir daí as etapas fluem de forma natural: primeiro ela escolhe a cartela de cores, define os decalques, busca referências e depois desenha no papel ou às vezes diretamente na porcelana, sem nem precisar testar. Inspirada por basicamente tudo de bom que a cerca, a designer costuma ter ideias mesmo quando não está pintando – aí o jeito é correr para anotar ou rascunhar a tempo.

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-21

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-22

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-24

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-23

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-25

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-26

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-27

decoracao-historiasdecasa-robertahandmade-28

Quando pode, Roberta aproveita os dias em que está trabalhando em casa para curtir também os outros espaços do apartamento e a companhia de seus dois mascotes, os gatos Vitor e Chica. Na sala de estar, que tem luz natural de sobra, muitas plantinhas e livros de inspiração, os três se divertem brincando no tapete ou no sofá, alvo de eventuais unhadas. As paredes trazem não apenas cor, mas lembranças de amigos artistas, ilustradores, fotógrafos… Uma turma talentosa que a moradora tem a sorte de conviver e trocar figurinhas.

O próximo passo para a Roberta Handmade, além de manter a produção e lançar peças novas, é conquistar clientes em outros países – aspiração mais do que possível. Já a Roberta Cardoso pessoa física sonha em levar uma vida com cada vez mais equilíbrio, enxergando as mesmas coisas de jeitos diferentes. Se ela continuar por esse caminho, temos certeza de que consegue!

.

Fotos por Luiza Florenzano

Deixe seu comentário 6 Comentários

  1. Que aconchego esse apê, adorei!
    E o trabalho da Roberta é incrível também, parabéns <3

    Responder
  2. Lindo o trabalho da Roberta, gostoso e acolhedor seu apartamento-atelier!

    Responder
  3. Foi um prazer enorme ler a matéria sobre a Roberta, sua arte Roberta Handmade e seu canto/ateliê… Parabéns! Tudo com muita identidade própria, criatividade e futuro mais do que promissor. Peças interessantíssimas, adorei!

    Responder
  4. AMO PORCELANAS, AZUIS ENTÃO…AMO A ARTE DA TRANSFORMAÇÃO. ESTÁ DE PARABÉNS. <3

    Responder
  5. Quando a pessoa conhece bem o seu interior torna-se um artista ! Parabéns Roberta !

    Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Por Aí

Tags