Personalidade forte | Capítulo 1

Apartamento alugado com uma decoração cheia de objetos bacanas

Esse post faz parte de uma série de matérias produzidas em parceria com o ELO7, o maior site brasileiro de produtos feitos à mão. Acreditamos que assim como os espaços, as peças autorais também podem contar histórias, por isso juntos vamos mostrar 3 decorações de estilos bem diferentes para provar que sempre é possível ter uma casa fora de série. Acompanhem…

Uma casa coletiva de boas ideias. É assim que a produtora Ludmila Moreira define o apê compartilhado há mais de um ano com o amigo Marco Granada, arquiteto. Essas boas ideias são fáceis de notar, afinal estão por todos os lados, mas o espírito de coletividade só é compreendido quando os moradores explicam a rotina nada convencional do endereço. Com três dormitórios, o imóvel está quase sempre ocupado por hóspedes gringos ou colegas vindos do interior – seja de Goiânia, terra natal de Ludmila, ou Catanduva, cidade onde Marco nasceu.

Desde o princípio a intenção era que o lugar se transformasse em um ponto de encontro de pessoas criativas, tanto que até ganhou o apelido de ‘Coletivo 51’ por conta do número do apartamento. Antes de decidirem dividir o mesmo teto, Ludmila e Marco já eram amigos e sabiam que tinham gostos parecidos, o que garantiu uma sintonia perfeita na decoração, porém quem descobriu o imóvel ideal para alugar foi ela: “Eu morava no Jardins e queria continuar no bairro pelo clima cosmopolita que ele oferece. Em uma tarde de sábado de Carnaval saí à procura do nosso futuro lar e fiz tudo a pé, até brinco que conheci todos os porteiros da região naquele dia. Quando vi esse apê, logo me apaixonei pelos ambientes espaçosos e iluminados”.

02-decoracao-sala-cores-poltrona-plantas

03-decoracao-sala-cores-cadeira-eames

04-decoracao-sala-quadros-apoiados-fotografia

05-decoracao-sala-sofa-cores-frida-quadros

06-decoracao-sala-cores-mesa-carretel

07-decoracao-sala-prateleira-plantas-sofa

08-decoracao-sala-prateleira-baixa-aluguel

09-decoracao-sala-prateleira-baixa-enfeite

10-decoracao-sala-prateleira-baixa-enfeite

Além da amplitude, outro detalhe que chamou a atenção da produtora foi a arquitetura do prédio – o apartamento 51 é um dos últimos ‘originais de fábrica’, com direito a cozinha de azulejos coloridos e banheiros antiguinhos. Não foi preciso fazer nenhuma alteração estrutural, pois as paredes haviam acabado de ser pintadas e os quartos já possuíam armários embutidos. A disposição do mobiliário, que foge do comum, foi resolvida com o auxílio da turma toda. “Na semana da mudança eu estava de viagem marcada para a Colômbia, então foi uma correria. Fiz um encontro bem informal para os mais próximos e os convidei a me ajudarem no décor. Foi uma farra, o Marco ia dando dicas, eu anotando e os amigos segurando os móveis para vermos como ficava o layout. Foi muito divertido!”, lembra a moradora.

Praticamente todas as peças vieram de antigos endereços, como as prateleiras cromadas que eram usadas em uma despensa e agora se tornaram uma estante cheia de pequenas relíquias ou o aparador baixinho feito com um tampo de mesa cortado ao meio. Preocupados em aproveitar o que já tinham e evitar o desperdício, Ludmila e Marco não jogaram nada fora, apenas readaptaram funções. Ela tem uma quedinha pelo estilo despojado dos anos 70, enquanto ele é mais excêntrico e gosta de propostas ousadas, porém os roommates combinam suas referências com facilidade. Na verdade, o clima aconchegante (e instigante) do apê é mérito dessa mistura toda: almofadões coloridos jogados sobre o tapete, sofá vintage garimpado, esquisitices simpáticas compradas mundo afora, quadros e fotografias…

11-decoracao-sala-sofa-cores-frida-quadros

12-decoracao-sala-quadros-fotografia-nova-york

13-decoracao-sala-quadros-fotografia-plantas

14-decoracao-sala-quadros-fotografia-plantas

15-decoracao-sala-quadros-prateleira-estante

16-decoracao-sala-plantas-prateleira-estante

17-decoracao-sala-plantas-prateleira-estante

18-decoracao-sala-plantas-kitsch

Com um olhar sensível e muito talento para descobrir objetos únicos, Marco é o responsável pelos detalhes criativos da decoração. “Gosto de unir elementos, desde os mais sofisticados até os mais simples. A cara do apartamento tinha que refletir nossa essência, então juntei tudo e organizei como se fosse um Carnaval, onde cada ala conta sua história.”, revela ele. A cabeça de tigre que enfeita um dos cantos da sala e chama a atenção das visitas até lembra as fantasias das escolas de samba, mas foi achada em uma loja que nem existe mais. Sempre aberta a novas ideias, a casa vive em constante transformação, agregando coisas e pessoas.

Mais apegada às plantas, Ludmila é quem cuida do jardim montado próximo à mesa de jantar. Para ela, ter elementos vivos por perto não é uma questão estética, e sim de bem-estar. É como ter um pedacinho do mato – e do interior – em São Paulo. Em vasos de diferentes tamanhos e materiais, muitas espécies de folhagens se misturam com harmonia, compondo um verdadeiro recanto verde que de certa forma a remete à roseira cultivada com carinho por sua avó durante sua infância.

19-decoracao-sala-jantar-plantas-kitsch

20-decoracao-sala-jantar-plantas-kitsch

21-decoracao-sala-apartamento-plantas

22-decoracao-sala-apartamento-plantas

23-decoracao-sala-apartamento-plantas-pacova

24-decoracao-sala-jantar-mesa-branca

25-decoracao-sala-jantar-mesa-branca

Sem regras, o apê de Ludmila, Marco e seus amigos é fonte de inspiração para quem quer criar uma decoração com muita personalidade. “Quando as pessoas conhecem nossa casa elas reagem com surpresa e encanto. É um lugar excêntrico e isso nos define.”, brinca a moradora.

Para continuar acompanhando essa história clique no botão abaixo e confira o Capítulo 2, com detalhes da cozinha e dos quartos.

Continua-final

Fotos por Luiza Florenzano

bannerfooter-historiasdecasa-elo_revisado

Deixe seu comentário 3 Comentários

  1. Muito interessante essa casa! Diferente, mas cheia de charme. Com certeza os moradores devem se identificar com os objetos 🙂

    Responder
  2. Me apaixonei de cara pela primeira foto por causa do quadro da Frida, rs. E depois a paixão aumentou, que casa lindaAAAA!! Quero logo ver o post de amanhã.

    Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Histórias

Tags