Casa suspensa | Capítulo 1

Após reforma, o apartamento antigo se transformou por completo

Uma casa e todas as memórias que ela guarda não podem ser resumidas de uma vez só, então por aqui fazemos diferente. Ao invés de concentrar todos os detalhes e fotos em uma única matéria, criamos pequenos capítulos para que você possa curtir essa visita durante vários dias. É só acompanhar a ordem pelo título dos posts e apreciar o passeio sem se preocupar com o relógio.

Entrar em um apartamento direto pela varanda não é exatamente a ordem mais lógica das coisas, mas no endereço dos arquitetos Marina Morelli e Thomas Frenk, sócio no escritório Vapor 324, o layout inusitado surpreende quem chega com muitas plantas, luz natural e o piso de ladrilhos hidráulicos num tom de azul que lembra o céu – de imediato, a sensação é a de que a correria de São Paulo ficou da porta pra fora. Somados a isso, as amplas janelas, o pé-direito alto e o piso de tacos não escondem que esse apê pertence a um dos muitos edifícios antigos (e incríveis) do bairro Higienópolis.

Nina e Thomas se conheceram na faculdade de arquitetura quase 10 anos atrás e estão juntos desde então, porém só passaram a dividir o mesmo teto há um ano. Para eles, que adoram visitar imóveis diferentes para descobrir detalhes interessantes ou simplesmente absorver novas referências, a busca por um apartamento foi um processo bem mais prazeroso do que cansativo. Em uma dessas visitas o coração dos dois bateu mais forte e esse foi o sinal de que tinham encontrado o que procuravam. Além da planta com espaços bem distribuídos, da boa localização e do preço, o prédio os conquistou até pela fachada. Sem grades ou inúmeras câmeras de segurança em seu entorno, a construção não se fecha à cidade como a maioria dos edifícios modernos.

02-decoracao-apartamento-ladrilho-hidraulico-azul-varanda

03-decoracao-ladrilho-hidraulico-azul-varanda-thonet

04-decoracao-ladrilho-hidraulico-azul-varanda-plantas

05-decoracao-varanda-plantas-quadros

06-decoracao-piso-ladrilho-hidraulico-hexagonal

07-decoracao-sala-jantar-integracao-porta-vidro

08-decoracao-sala-jantar-buffet-vintage-integracao

09-decoracao-sala-estante-vazada-cadeiras-madeira

10-decoracao-sala-estante-vazada-estar-divisoria

Os antigos proprietários, por coincidência outro casal de arquitetos, já tinham feito alterações significativas nos ambientes, como usar a metragem do corredor de serviço para aumentar a cozinha ou ampliar a área do quarto principal, diminuindo a varanda existente. Mesmo gostando de algumas dessas soluções os novos moradores quiseram adaptar tanto o layout quanto os acabamentos: a cozinha foi integrada à sala de jantar e estar, a varanda frontal ocupou o lugar do hall de entrada original, o lavabo cresceu para acomodar um box e certas paredes da sala foram descascadas pra deixar os blocos à mostra sob a tinta branca.

Os caixilhos pintados de azul também foram uma escolha de Nina e Thomas, assim como os revestimentos branquinhos dos banheiros e o piso de ladrilhos, instalado nas varandas e na cozinha – a estampa foi desenvolvida por eles e encomendada ao fabricante em duas cores distintas. Até mesmo a marcenaria sofreu uma transformação com a substituição do acabamento externo dos armários e a aplicação de filetes de formica amarela e azul no rebaixo dos puxadores. “Não fomos guiados por conceitos pré-determinados, apenas fizemos uma arquitetura capaz de abrigar nossos objetos e nossa rotina de maneira delicada, colorida e despretensiosa.”.

11-decoracao-cozinha-integrada-madeira-ladrilho

12-decoracao-tubulacao-eletrica-aparente-miniatura

13-decoracao-tubulacao-coifa-cozinha-integrada

14-decoracao-flores-copo-arranjo-simples

15-decoracao-sala-jantar-integrada-vintage-design

22-decoracao-sala-bicicleta-quadros-bike

Com a estrutura resolvida chegou a hora dos moradores preencherem os espaços com móveis, memórias e objetos reunidos ao longo dos anos. O sofá marrom foi herança de família, enquanto o azul é um clássico do design da década de 70 e evoca um sentimento nostálgico, já que tanto Nina quanto Thomas tiveram esse mesmo modelo nas casas em que cresceram. Na verdade a grande maioria das peças tem alguma história particular: as que foram garimpadas e recuperadas, as que fazem parte da família há tempos, as que são criações de amigos… Um dos exemplos é o buffet vintage da sala de jantar, comprado por uma pechincha em uma dessas oportunidades que aparecem uma vez na vida. “Consideramos em eterno andamento o processo de transformação de um lugar, sobretudo o que se habita.”.

Durante a época da faculdade o casal viveu em Barcelona por um tempo, por isso as lembranças trazidas da cidade se espalham por todo lado. Fãs de bandeiras coloridas, os arquitetos costumam colecionar uma ou outra dos lugares que descobrem pelo mundo. Os quadros, presentes em praticamente todos os cômodos, encabeçam a lista de itens queridos da decoração. “Cada um dos nossos quadros tem um valor pessoal, temos pinturas e desenhos de amigos, como a fotografia de Pablo Saborido, pôsteres de exposições que fomos juntos, concertos que assistimos…”. Não é à toa que as paredes parecem revelar um pouco da personalidade dos moradores.

16-decoracao-sala-bloco-concreto-branco-quadros

17-decoracao-sala-plantas-discos-quadros

18-decoracao-sala-sofa-vintage-quadros

19-decoracao-sala-sofa-vintage-estante-plantas

20-decoracao-sala-mesa--lateral-selvvva-plantas

21-decoracao-sala-estar-sofa-azul-quadros

Para Nina e Thomas uma boa arquitetura ou decoração só faz sentido quando os ambientes são vividos e construídos aos poucos por quem os habita – caso contrário, não passam de paredes ou almofadas. Preenchido sem pressa, no tempo natural que as coisas levam, o apartamento é uma coleção de tudo o que inspira e emociona o casal.

Ficou curioso para conhecer o restante do apê? É só clicar abaixo para ler o Capítulo 2!

Continua-final

Fotos por Luiza Florenzano

Deixe seu comentário 22 Comentários

  1. Onde acho esses mini bonequinhos que estão em cima do cano da fiação? Sempre quis comprar mas não sei onde vende.

    Responder
    • Oi Isabelle,

      Estamos tentando descobrir para você. Assim que tivermos um retorno dos moradores, te avisamos.

      Responder
    • Oi Isabelle, tudo bem?

      Esses bonequinhos são de maquetes e podem ser encontrados em lojas específicas como a Aerobrás, em várias escalas. Boa sorte!

      Responder
  2. olá! qual é o nome dessa planta a direita, na 3 foto?
    a da folha larga!
    obrigado

    Responder
    • Oi Thiago, tudo bem?

      Vamos tentar descobrir com os moradores, mas parece alguma planta da família das bananeiras. Talvez uma Helicônia …te avisamos por aqui 🙂

      Responder
    • Oi Thiago, tudo bem?

      Descobrimos o nome da planta para você! Ela se chama Ravenala Madagascariensis, mais conhecida como árvore do viajante. Tomara que encontre 🙂

      Responder
  3. Oii, gostaria de saber de onde é essa mesinha azul do lado do sofá. Liinda! Obrigada!

    Responder
    • Oi Paula, tudo bem?

      A mesinha é de uma loja chamada Selvvva – eles têm peças lindas!!! beijos

      Responder
  4. Gente, eu gamei nesse sofá azul e no pufe…de onde eles são?

    Responder
  5. Gostaria de saber onde encontrar o ladrilho hexagonal azul.. Obrigada

    Responder
    • Oi Fernanda, tudo bom?
      Esse ladrilho hexagonal foi desenhado pelos próprios moradores e feito sob encomenda, por isso não está à venda. Mas você pode encomendar modelos similares em várias lojas do ramo, como a Ornatos: http://www.ornatos.com.br
      Dá uma pesquisada, Beijos.

      Responder
  6. Olá, onde foram feitos os caixilhos/serralheria do hall de entrada? É tudo em ferro? Muito obrigada!

    Responder
    • Oi Larissa, tudo bem?

      Os caixilhos são de ferro sim. Não sabemos qual é o fornecedor da moradora, mas se descobrirmos te avisamos por aqui. beijos

      Responder
  7. Olá! Onde os moradores compraram o carrinho de servir da Varig? Obrigada!!!

    Responder
  8. Olá! vocês sabem qual é a cadeira da sala de jantar? 🙂

    Responder
  9. Oi gente, vocês sabem me dizer de onde é a mesa de jantar? Obrigada! 🙂

    Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Histórias

Tags