Espírito Boho | Capítulo 1

Apartamento decorado com peças étnicas e móveis de família

Boho spirit | Part 1

Ethnic furniture and family relics in a unique home

Essa matéria foi produzida em parceria com a SouQ, uma loja feita para quem não resiste a peças étnicas, objetos criativos e muita cor! Produtos orientais e estampas exuberantes também fazem parte do DNA da marca, que oferece opções bacanas de vários estilos, entre eles o bohemian chic. Como nós também adoramos uma casa diferente e de encher os olhos, a história dessa semana tem um gostinho especial. Vem conferir…

A estilista Giulia Brown Alterio, de 25 anos, não é uma mulher que passa batido na multidão – provavelmente uma herança de sua mãe, a também estilista Candy Brown. Ousada e sem medo de errar, ela conseguiu traduzir sua personalidade vibrante em um apartamento colorido, pouco óbvio e pontuado de referências étnicas, como pufes trazidos do Marrocos, almofadas artesanais e pequenos mimos. Em um charmoso prédio antigo no bairro do Jardins, o imóvel de 150m² é alugado, porém quem passa por sua porta pela primeira vez jamais diria isso. De fato, os espaços parecem tão pessoais e singulares que fica difícil acreditar que a moradora está ali há apenas dois anos e meio.

Sem querer se comprometer com grandes investimentos, Giulia realizou uma mini-reforma bem objetiva antes de ocupar o endereço: pintou as paredes de verde-água, encomendou novas cortinas e mandou instalar aparelhos de ar-condicionado nos principais ambientes. Pronto. Essas simples mudanças transformaram o apê, trazendo à tona o clima alegre e relaxante que a estilista tanto queria. É claro que a vista para a copa das árvores e a varandinha estreita que se prolonga por toda a extensão da sala também têm seu mérito – aliás, foi isso o que fez Giulia se apaixonar pelo apartamento em primeiro lugar.

02-decoracao-hall-entrada-comoda-vintage-flores-etnico

03-decoracao-hall-entrada-flores-moldura-dourada

04-decoracao-etnica-potes-osso-caixinhas-indiana

05-decoracao-etnica-enfeite-parede-ceramica-flores

06-decoracao-sala-estar-quadros-etnico-boho-bohemian

07-decoracao-sala-estar-livros-potes-etnico-souq

08-decoracao-sala-estar-sofa-manta-parede-azul

09-decoracao-sala-estar-mesas-laterais-flores-dourado

10-decoracao-sala-estar-detalhes-mao-dourada-flores

01-decoracao-sala-estar-cores-boho-etnico-bohemian-cores

11-decoracao-sala-estar-quadros-parede-azul-verde-agua

12-decoracao-sala-estar-detalhes-cinzeiro-etnico

13-decoracao-sala-estar-parede-azul-almofadas

14-decoracao-sala-estar-mesa-lateral-etnica-marroquina

19-decoracao-retrato-giulia-brown-alterio

15-decoracao-sala-estar-livros-etnico-boho-bohemian

16-decoracao-sala-estar-poltrona-prateleiras-suspensas-etnico

17-decoracao-sala-estar-detalhe-plantas-dourado

18-decoracao-sala-estar-buda-enfeite-etnico-bohemian

“Amo misturar o antigo com o novo e gosto de ter a casa cheia de coisas.”, revela Giulia. Isso explica porque cada cantinho do apê foi decorado com inúmeros objetos, quadros e livros – tudo sem muita ordem, mas formando composições de encher os olhos. Quase todos os móveis vieram de família, então sua ligação afetiva com as peças é forte, principalmente com o lustre de cristal da sala, que pertenceu a seu avô. A mesa de jantar, recém-coroada com um pendente de diversas cúpulas e braços, é outro item querido que ganhou destaque graças à sua disposição no cômodo e à profusão de molduras nas paredes a seu redor.

Desde que saiu da casa de sua mãe, Giulia pôde testar diferentes configurações de layout. Na mais recente delas a televisão foi parar na parede central, as mesinhas de centro de mármore foram empilhadas para formar um rack improvisado e o biombo espelhado agora completa o hall de entrada. Isso porque, além de tentar resolver os espaços da melhor maneira possível, a estilista viu o número de moradores do endereço triplicar nos últimos meses. Primeiro veio seu namorado, o galerista e arquiteto João Azinheiro. Depois foi a vez de Elza, uma cachorrinha da raça Cavalier King Charles Spaniel que está com o casal há menos de três semanas e já virou o terror dos tapetes estampados, também heranças de família.

19-decoracao-sala-estar-estante-prateleiras-poltrona-almofadas

20-decoracao-sala-estar-estante-enfeite-abacaxi-prata

21-decoracao-sala-jantar-molduras-quadros-suculentas

22-decoracao-sala-jantar-molduras-quadros-suculentas

23-decoracao-sala-jantar-cadeira-ikat-buffet-quadros

24-decoracao-sala-jantar-lavabo-molduras-quadros

26-decoracao-lavabo-etnico-parede-enfeites-bohemian

27-decoracao-lavabo-etnico-parede-enfeites-bohemian

25-decoracao-sala-jantar-cadeiras-quadros

28-decoracao-apartamento-varanda-estreita-plantas

31-historias-de-casa-retrato-giulia-brown-alterio-moda

32-historias-de-casa-retrato-giulia-brown-alterio-pet

30-decoracao-apartamento-varanda-estreita-suculentas

29-decoracao-apartamento-varanda-estreita-ladrilho-hidraulico

Quem olha mais de perto os detalhes da decoração logo percebe o fascínio da moradora por lugares exóticos e repletos de tesouros culturais, como o Marrocos, a Turquia ou a Ásia. Aliás, se o estilo bohemian chic, tendência em alta no exterior, tivesse uma embaixadora por aqui, é bem provável que fosse a Giulia. Das muitas viagens que ela já fez, Japão e Egito estão no topo da lista, porém os acessórios étnicos são sempre bem-vindos em sua casa, independentemente de onde tenham sido garimpados. “Normalmente trago na bagagem um item de moda muito especial e algo bacana de décor. Se pudesse, juro que traria um avião cheio de coisas de cada viagem, mas a maioria não cabe na mala.” brinca.

Giulia diz que é bobagem pensar que um imóvel alugado não pode ter a cara de seus moradores. Segundo ela, basta reunir relíquias, comprar as peças certas e seguir a intuição para se criar um lar de verdade. Para continuar a se inspirar com os ambientes desse apartamento, não perca o Capítulo 2. É só clicar no botão abaixo!

Continua-final

Fotos por Luiza Florenzano

decoracao-footer-souq-etnico-historias-de-casa-01

Giulia Brown Alterio, a 25-year-old stylist, easily stands out in a crowd – probably something she got from her mother, Candy Brown, also a stylist. Bold and fearless, she was able to transmute her funky personality into a colorful and unpredictable home, punctuated by ethnic references including the poufs she brought from Morocco, some handmade cushions and small luxuries. In a charming building in São Paulo’s Jardins neighborhood, this 150m² apartment is rented, but no one seeing it for the first time would ever guess that. In fact, the rooms are so personal and unique that it is hard to believe that the tenant Giulia has been living there for only two and a half years.

Unwilling to compromise her budget, Giulia did some small, objective upgrades before moving in: the walls were painted in aquamarine, new curtains were ordered and air-conditioners were installed in the main rooms – just that. Those simple changes transformed the place, bringing out a joyful and relaxing atmosphere the way the stylist wanted. Of course the treetop view and the narrow balcony along the whole living room also counted – in fact, these things made Giulia fall in love with the place at first sight.

02-decoracao-hall-entrada-comoda-vintage-flores-etnico

03-decoracao-hall-entrada-flores-moldura-dourada

04-decoracao-etnica-potes-osso-caixinhas-indiana

05-decoracao-etnica-enfeite-parede-ceramica-flores

06-decoracao-sala-estar-quadros-etnico-boho-bohemian

07-decoracao-sala-estar-livros-potes-etnico-souq

08-decoracao-sala-estar-sofa-manta-parede-azul

09-decoracao-sala-estar-mesas-laterais-flores-dourado

10-decoracao-sala-estar-detalhes-mao-dourada-flores

01-decoracao-sala-estar-cores-boho-etnico-bohemian

11-decoracao-sala-estar-quadros-parede-azul-verde-agua

12-decoracao-sala-estar-detalhes-cinzeiro-etnico

13-decoracao-sala-estar-parede-azul-almofadas

14-decoracao-sala-estar-mesa-lateral-etnica-marroquina

19-decoracao-retrato-giulia-brown-alterio

15-decoracao-sala-estar-livros-etnico-boho-bohemian

16-decoracao-sala-estar-poltrona-prateleiras-suspensas-etnico

17-decoracao-sala-estar-detalhe-plantas-dourado

18-decoracao-sala-estar-buda-enfeite-etnico-bohemian

“I love mixing old and new, and I like to live in a home full of things,” she says. This explains why every little corner of the apartment is decorated with such a myriad of objects, paintings, and books – nothing with much order, but forming beautiful compositions that please the eye. Almost all the furniture was inherited from her family, so her affection for the pieces is very strong, especially for the crystal chandelier that used to belong to her grandfather. The dining table, recently crowned by a hanging lamp with several arms and shades, is another cherished item which stands out thanks to its position in the room and to the countless pictures framed on the surrounding walls.

Since she left her mother’s home, Giulia has been able to test various layouts. In the most recent version, the TV set hangs on the central wall, the marble coffee tables form a pile to act as a makeshift rack, and the mirrored screen has been incorporated into the entrance hall. All these changes happened because the number of roommates has tripled in the last few months. First her boyfriend, the gallerist and architect João Azinheiro, moved in. Then came Elza, a new puppy of the Cavalier King Charles Spaniel breed – now the terror of every patterned rug and family heirloom.

19-decoracao-sala-estar-estante-prateleiras-poltrona-almofadas

20-decoracao-sala-estar-estante-enfeite-abacaxi-prata

21-decoracao-sala-jantar-molduras-quadros-suculentas

22-decoracao-sala-jantar-molduras-quadros-suculentas

23-decoracao-sala-jantar-cadeira-ikat-buffet-quadros

24-decoracao-sala-jantar-lavabo-molduras-quadros

26-decoracao-lavabo-etnico-parede-enfeites-bohemian

27-decoracao-lavabo-etnico-parede-enfeites-bohemian

25-decoracao-sala-jantar-cadeiras-quadros

28-decoracao-apartamento-varanda-estreita-plantas

31-historias-de-casa-retrato-giulia-brown-alterio-moda

32-historias-de-casa-retrato-giulia-brown-alterio-pet

30-decoracao-apartamento-varanda-estreita-suculentas

29-decoracao-apartamento-varanda-estreita-ladrilho-hidraulico

If you look a little closer at the decorations, you’ll see her attraction to exotic and rich cultural places such as Morocco, Turkey, and Asia. And if we had to choose a Brazilian ambassador for the bohemian chic style, a trendy style around the world today, certainly it would be Giulia. Although Japan and Egypt are her two favorite destinations among her many trips abroad, ethnic accessories from all over the world are welcomed in her home, regardless of where they were picked up. “Usually in my suitcase I bring one very special fashion item and one cool piece of décor. If I could, I would load a plane of stuff on every trip, but most of it won’t fit in the luggage,” she says, laughing.

Giulia says it’s silly to think that just because a property is a rental it cannot look like the renter. According to her, gathering some antiques, buying the right pieces, and following your intuition is enough to build a real home.

Pictures by Luiza Florenzano

Deixe seu comentário 6 Comentários

  1. Lindo demais!!! Adoro a Souq, tenho vários itens em casa!

    Responder
  2. Adorei essa matéria, gente! Fazia tempo que queria ver uma casa assim por aqui. 🙂

    Responder
  3. Olá meninas!
    Acabei de conhecer o site e tô super apaixonada! Adoro este estilo Boho!
    Será que vcs podem me responder 2 coisinhas?
    Qual a cor da tinta? E o traço vermelho na parede, é dom artístico da proprietária ou foi obra de algum artista?
    Super obrigada, estarei sempre por aqui (:

    Responder
    • Oi Bianca, tudo bom?
      Que lindo saber que conquistamos uma nova leitora. Obrigada e espero que possa se inspirar MUITO aqui no site. 🙂
      Não sabemos ainda o nome da tinta da sala, mas já entramos em contato com a moradora para checar. Assim que ela nos retornar eu te aviso. Sobre o traço vermelho, na verdade ele é um quadro (não foi pintado direto na parede), e é do artista Marcello Nitsche.
      Bem-vinda por aqui!
      Beijos,

      Responder
      • Obrigada, meninas!
        Bom saber que o traço que tanto gostei é na verdade obra de um artista; feliz em conhecer o trabalho lindo do Marcello Nitsche (:
        Agora vou esperar pela cor da tinta, fiquei mesmo apaixonada!

        Responder
        • Oi Bianca, tudo bom?
          Lindo mesmo o trabalho dele. 🙂 Mas temos uma má notícia… Checamos com a moradora e ela não se lembra o nome da tinta! Uma pena né… Mas quem sabe de repente você mostrando a referência em uma loja de tintas eles não te ajudam a chegar em um tom aproximado? Tomara que dê certo!
          Beijos,

          Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Histórias

Tags