Como usar futons na decoração

Ambientes inspiradores e dicas de manutenção

Oi, eu sou a Andressa Trindade, jornalista e colaboradora do Histórias de Casa. Nessa coluna vou trazer várias dicas bacanas de decoração. Acompanhem… (Dica: clicando nas fotos você confere as matérias completas de cada casa!)

Capaz de trazer aconchego a qualquer ambiente, o futon é uma peça descomplicada, versátil e que se adapta a diversos estilos de decoração. De origem asiática, o item foi muito bem recebido pelo mundo Ocidental, então não é difícil encontrar nas casas brasileiras modelos substituindo os sofás tradicionais. O grande trunfo dos futons é a maleabilidade – aliás, é por isso que fazem tanto sucesso no Japão, já que podem ser enrolados e armazenados em um canto sem ocupar tanto espaço quanto um móvel convencional. Enquanto as opções menores e mais leves podem ser usadas como complementos de bancos ou colchonetes, as versões mais robustas, normalmente acompanhadas de bases de madeira, viram e desviram para servir tanto de sofá quanto cama. Mais prático, impossível.

Se você curte esse visual despojado dos futons e quer se inspirar um pouco antes de garantir o seu, confira uma seleção de espaços bacanas que usaram o recurso. Ahhh, e no final do post ainda estamos dando algumas dicas extras sobre o tema!

Clima informal

O que não faltam neste apartamento de 93 m² são cantinhos para descansar. Para uma das salas criadas na ampla área social integrada, a moradora, que é artista plástica, escolheu um futon rosa-claro que cumpre a função de sofá sem ocupar tanto espaço. Posicionado diretamente sobre um tapete, ele tem a missão de trazer leveza à decoração. Os quadros coloridos, as almofadas estampadas, o móvel lateral branco e as plantas complementam o visual com cara de ‘dia de folga’. Inspire-se nos outros cômodos do apê.

decoracao-apartamento-cores-historiasdecasa-001

decoracao-apartamento-cores-historiasdecasa-002

decoracao-apartamento-cores-historiasdecasa-004

Para receber e relaxar

Quando as janelas são grandes e a paisagem lá fora tem verde de sobra, o ambiente automaticamente se transforma em um lugar de contemplação. No caso desse apartamento antigo, a ideia dos moradores foi mesclar esse ímpeto à função de quarto de hóspedes. Sobre base de madeira, o confortável futon preto serve tanto para acomodar o casal em uma tarde fresca de leitura quanto às visitas que chegam para passar a noite. Reparou que os móveis de apoio também são baixinhos? Isso facilita o acesso de quem está sentado ou deitado. Para quebrar um pouco o preto, vale apostar em almofadas coloridas e cheias de estampas.

29-decoracao-quarto-futon-almofadas-cores

30-decoracao-almofadas-estampas-cores

Os donos do pedaço

Quarto de criança é lugar de aprender, testar e observar – e quanto mais os pequenos tiverem liberdade para isso, melhor. Esse é um dos pensamentos do método Montessoriano, que sugere a substituição dos berços pelos futons justamente para não confinar os bebês entre grades.  Nessa incrível casa de madeira, os cômodos têm janelas que vão do chão ao teto, o que garante uma vista de tirar o fôlego. O futon cinza, logo ao lado de uma delas, recebe luz natural durante o dia todo e ainda deixa a decoração menos rígida, já que pode mudar de posição facilmente. Dica: o cinza escuro é uma ótima cor para quartos infantis pois disfarça melhor a sujeira, porém se a peça estiver exposta ao sol direto, pode desbotar com o tempo.

decoracao-historiasdecasa-granjaviana-24

decoracao-historiasdecasa-granjaviana-23

Já nesse dormitório o colchão oriental fica sobre um estrado de madeira. Ao redor dele o pequeno morador do espaço tem a liberdade de encher a parede com ilustrações dos super-heróis favoritos e ainda fica com todos os brinquedos sempre à mão – e organizados! – em caixotes de madeira. As almofadas foram escolhidas a dedo para garantir conforto, toques de cor e mais segurança para quando o pequeno se joga na cama durante as brincadeiras. Confira a casa completa!

decoracao-casa-integrada-colorida-historiasdecasa-50

decoracao-casa-integrada-colorida-historiasdecasa-51

Dicas extras:

  • Dentro do que conhecemos pelo termo ‘futon’ há uma grande variedade de formatos, como o kakibushi (pufe dobrável), o shikibuton (que é a versão colchão), o zabuton (almofada para bancos e cadeiras) e o pufe turco (almofada mais grossa usada diretamente no chão).
  • Como as peças são feitas de algodão, elas não se dão muito bem com umidade. Por isso, evite contato com a água e faça a limpeza a seco, com aspirador de pó. Manchas e sujeiras devem ser removidas o mais rápido possível e com pouca água, para que ela não penetre nas camadas de tecido. Se a ideia é usá-los em varandas e áreas externas, é recomendado comprar capas ou procurar opções revestidas com tecidos acrílicos e impermeáveis, próprios para esse fim.
  • Já pensou em virar o lado do futon de vez em quando para que ele seja utilizado uniformemente? Assim você previne que a peça fique desbotada ou gasta em apenas um trecho e ainda dobra sua vida útil. Vale também colocá-lo para ventilar periodicamente.

.

Fotos por: 1 (capa), 7 e 8. Isadora Fabian, do Registro de Dia a Dia | 2, 3, 11 e 12. Luiza Florenzano | 4, 5 e 6. Rafaela Paoli |  | 9 e 10. Alessandro Guimarães

Deixe seu comentário 4 Comentários

  1. Tenho futon e recomendo!
    Desde que minhas gêmeas começaram a andar trocamos o sofá convencional da sala pelo futon que vira cama.

    Responder
    • Que legal Bruna!!!
      Realmente os futons são bons aliados para quem tem criança em casa, né?
      Beijos 🙂

      Responder
  2. Queria dicas de locais onde vendem futons.

    Responder
    • Oi Lúcia, tudo bem? Nós indicamos a Futon Company e a Tsuruya. As duas lojas têm bastante variedade 🙂 beijos!

      Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Decore

Tags