Tempero de família

Uma cozinha industrial no meio da sala de estar

Os melhores encontros da família Strumpf sempre aconteceram ao redor da mesa. Isso porque o patriarca, Eduardo Strumpf, é um apaixonado por culinária e cozinheiro de mão cheia. Seu talento para compor receitas criativas não apenas influenciou os filhos, Flávia, Ana e Beto, como também deu origem a um negócio – os ketchups artesanais Strumpf. “Minhas memórias mais antigas e afetivas envolvem o meu pai inventando alguma coisa na cozinha.”, explica Flávia, que atualmente divide seu tempo entre a carreira de psicóloga e a administração da marca. Sua mãe, a arquiteta Regina Strumpf, engrossa o coro: “O Eduardo é aquele tipo de cozinheiro nato, que abre a geladeira e consegue transformar o que houver lá dentro em pratos deliciosos.”.

Já fazia um tempo que o casal planejava transformar seu sítio em Itu em um local produtivo e rentável, porém as primeiras tentativas não deram certo. Enquanto Eduardo pensava em outras possibilidades, o destino deu uma forcinha. Durante uma viagem a Londres no final de 2011, a família experimentou o ketchup artesanal de um restaurante local e foi aí que veio o insight de que eles também poderiam criar sua própria marca. “Quando provei, achei aquilo muito diferente do que já havia experimentado, era outra proposta e outro sabor. Quando voltamos para São Paulo essa ideia foi crescendo na cabeça do meu pai, mas não foi algo que ele fez já com o intuito de vender.”, revela Flávia.

Na verdade, foi ela quem o incentivou a profissionalizar a coisa toda e arquitetou as estratégias de venda. No prazo de um ano entre as primeiras receitas e o lançamento oficial do ketchup Strumpf, Eduardo realizou inúmeros testes com diferentes ingredientes e dosagens para conseguir alcançar sabores e texturas únicas. “Nossos amigos acabaram sendo cobaias desses testes.”, brinca Regina.

02-decoracao-cozinha-integrada-estilo-industrial-madeira

03-decoracao-cozinha-prateleiras-abertas-utensilios-a-mostra

24-decoracao-cozinha-madeira-demolicao-nicho

04-decoracao-cozinha-mesa-madeira-demolicao-cooktop

05-decoracao-cozinha-familia-strumpf-ketchup-receita

Já que a gastronomia é tão importante na história da família, faz todo o sentido que os Strumpf tenham duas cozinhas em seu apartamento. Uma delas é a ‘cozinha de todo dia’, que ainda preserva seu layout original, e a outra é a ‘cozinha do Eduardo’, um espaço integrado à sala de estar e com medidas mais enxutas – apenas o suficiente para o morador orquestrar suas alquimias. A transformação da antiga sala de jantar em uma área de preparo, com direito a fogão industrial e tudo, ficou a cargo de Regina, que comanda o escritório RSRG Arquitetos ao lado do sócio, Rogério Gurgel.

O primeiro passo para viabilizar a mudança foi puxar pontos de água, esgoto, elétrica e gás para o ambiente. Pensando em funcionalidade, as bancadas e a pia de aço foram compradas em lojas de cozinha industrial. Do endereço anterior da família vieram a prateleira que vai de ponta a ponta da parede, hoje recheada de livros de culinária, e a mesa rústica, adaptada com um recorte para receber o cooktop. “A madeira retirada desse recorte foi utilizada para fazer uma continuação do tampo em forma de balcão. Também instalamos uma base sob a mesa, elevando-a em 15 cm para dar mais conforto ao cozinheiro da casa.”, conta Regina.

O restante da sala integrada traz uma miscelânea de histórias traduzidas em móveis, estampas e obras de arte. Sem a obrigação de se combinar, as peças trazem identidade à decoração e refletem o espírito de seus moradores: “É uma casa viva e sinto que ela acolhe as pessoas. Em qualquer ambiente que você entra, existe algo curioso ou interessante para ver.”, resume Flávia.

07-decoracao-sala-estar-tapete-estampado-sofa-cinza-quadros

08-decoracao-sala-estar-poltronas-quadros-prateleira-alto

09-decoracao-sala-estar-vaso-obra-arte-flores

10-decoracao-sala-estar-home-office-estante-longa-prateleiras

11-decoracao-sala-estar-home-office-enfeites-prateleiras

12-decoracao-paredes-quadros-pratos-enfeites-molduras

06-decoracao-sala-jantar-mesa-longa-cadeiras-brancas-capa

13-decoracao-canto-cafe-carrinho-vintage-quadros

14-decoracao-parede-enfeite-olho-fornasetti

São nos finais de semana que a família se encontra para degustar novas receitas, mesmo porque Eduardo passa boa parte de seu tempo no sítio, comandando a produção de perto. “Sempre gostei de ficar na cozinha acompanhando-o em sua culinária, então acabei aprendendo muito olhando. Ele não gosta de receitas, detesta qualquer tipo de medição, prefere ir provando e inventando enquanto cozinha. Aprendi um pouco assim… Em viagens entre amigos eu sempre estou na cozinha, acho um lugar muito especial, onde você solta a criatividade e proporciona experiências deliciosas.”, diz Flávia.

Confira a seguir a massa que a Flávia preparou para sua mãe usando o ketchup Strumpf para incrementar a receita. Somos testemunhas de que fica uma delícia!

15-gastronomia-culinaria-ketchup-strumpf-receita-familia

25-decoracao-cozinha-familia-strumpf-catchup

16-gastronomia-culinaria-ketchup-strumpf-receita-familia

17-gastronomia-ketchup-strumpf-flavia-regina-strumpf

18-gastronomia-culinaria-ketchup-strumpf-receita-familia

19-gastronomia-ketchup-strumpf-flavia-regina-strumpf

20-gastronomia-ketchup-strumpf-flavia-strumpf

21-gastronomia-culinaria-ketchup-strumpf-receita-familia

22-gastronomia-culinaria-ketchup-strumpf-receita-familia

23-gastronomia-culinaria-ketchup-strumpf-receita-familia

Pasta ao molho vermelho com ketchup Strumpf Defumado

Ingredientes:

• 500g de pasta conchiglie
• 1 cebola e meia
• 2 dentes de alho
• 1 lata de tomate cereja pelado
• 1/2 vidro de Ketchup Strumpf #2 (defumado)
• 200 ml de polpa de tomate
• muçarela de búfala
• sal
• açúcar
• queijo ralado
• pimenta do reino

Modo de preparo:

  1. Coloque uma panela grande com água para ferver com algumas gotas de azeite e sal.
  2. Corte a muçarela em pequenos pedaços.
  3. Corte toda a cebola em meias rodelas grossas e pique o alho em pequenos pedacinhos.
  4. Em outra panela, refogue a cebola no azeite até ficar amolecida e dourada. Acrescente o alho e refogue.
  5. Acrescente a polpa de tomate, os tomates cerejas pelados e o ketchup defumado. O ketchup vai à gosto de cada um, quanto mais ketchup, mais defumado. Mexa bem até tudo se misturar, mas evite desfazer os pequenos tomates para conservar sua textura.
  6. Coloque uma colher de chá de sal e açúcar à gosto para cortar a acidez. Lembre-se de que o ketchup já tem açúcar, assim como o tomate cereja não é tão ácido quanto tomate normal, então não precisa de tanto açúcar. Acrescente também uma pitada de pimenta do reino.
  7. Escorra a massa quando esta estiver no ponto, para não deixar nem muito duro nem muito mole. Para não grudar, coloque um pouco de azeite.
  8. Sirva em um prato fundo a massa com o molho e somente jogue a muçarela de búfala por cima. O molho ainda quente derreterá o queijo sem que esse se desfaça por completo.
  9. Acrescente queijo ralado à gosto.

.

Fotos por Luiza Florenzano

Deixe seu comentário 5 Comentários

  1. Meninas, adorei as fotos e o texto. Muito obrigada!

    Bjs Regina

    Responder
    • Oi Regina! Também adoramos fazer esse registro de vocês na cozinha, um espaço tão querido na família. Obrigada por terem topado. Beijos 🙂

      Responder
  2. Isso sim é uma cozinha com personalidade! Amei…

    Responder
  3. Pessoal, alguém sabe de onde é aquela “planta” na mesa de centro preta que ao invés de flores tem câmeras vermelhas? Amei!

    Responder
    • Oi Marcela, tudo bom?
      Esses vasos super criativos são uma criação do artista André Feliciano. Já vimos outras versões e são bem bonitas. Segue o contato dele: http://bit.ly/2eLT6xz
      Beijos

      Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Na Cozinha

Tags