Reforma em etapas | Capítulo 1

Um apartamento que foi evoluindo com o passar dos anos

Uma casa e todas as memórias que ela guarda não podem ser resumidas de uma vez só, então por aqui fazemos diferente. Ao invés de concentrar todos os detalhes e fotos em uma única matéria, criamos pequenos capítulos para que você possa curtir essa visita durante vários dias. É só acompanhar a ordem pelo título dos posts e apreciar o passeio sem se preocupar com o relógio.

Não é todo mundo que abraçaria a ideia de deixar Belo Horizonte, uma cidade grande, mas com clima de interior, para morar em São Paulo, um lugar assumidamente acelerado e muitas vezes desgastante, porém a arquiteta Nara Grossi tomou essa decisão sem olhar para trás. O principal motivo da mudança foi seu marido, o consultor Luís Sucupira, que precisou sair de Minas Gerais por conta de seu trabalho quando os dois ainda eram namorados. “Quando eu finalmente resolvi me mudar para cá, ele comprou esse apartamento. Acabei me adaptando muito bem e a cidade foi generosa comigo. Eu adoro morar aqui.”, ela conta.

O apê, que fica em um prédio da década de 1940 no bairro Higienópolis, com certeza contribui para essa sensação de pertencimento. Apesar de ainda não ter feito todas as alterações que gostaria, o casal moldou os espaços ao longo dos últimos anos para que transmitissem sua personalidade. As mudanças foram realizadas em etapas: primeiro veio a abertura da cozinha para a sala, incluindo a criação de uma bancada de madeira entre os dois ambientes, e algum tempo depois a arquiteta investiu na reforma completa da cozinha e da área de serviço, pois esses eram os cômodos mais graves do apartamento. A varanda também passou por modificações e o próximo da lista é o piso da sala, do qual Nara nunca foi muito fã.

01-decoracao-apartamento-antigo-reformado-moveis-vintage

02-decoracao-apartamento-antigo-sofa-cinza-detalhes-vermelhos

03-decoracao-apartamento-sofa-cinza-quadros-parede

04-decoracao-apartamento-quadros-paredes-obra-arte

05-decoracao-apartamento-quadros-plantas-avenca

06-decoracao-apartamento-pequeno-mesa-redonda-plantas

07-decoracao-apartamento-vintage-mesa-lateral-verde

08-decoracao-apartamento-plantas-suporte-marca-selvvva-rosa

A arquiteta acredita que é bom dar tempo ao tempo na hora de escolher as peças da decoração, principalmente quando a parte estrutural não pode ser transformada de uma só vez, como no caso de seu apê: “Eu acho melhor ir comprando devagar, coisas definitivas e eventualmente mais caras, do que comprar qualquer coisa só para completar o ambiente. Investir em mobiliário e itens legais minimiza o incômodo de conviver com revestimentos e soluções que não agradem tanto.”, Nara explica. É por isso que seus móveis e objetos são tão importantes – todos foram escolhidos com cuidado por ela e pelo marido.

Algumas das peças são lembranças trazidas de Belo Horizonte, como a mesinha lateral com tampo de formica verde, comprada em um antiquário mineiro, ou as cadeiras vermelhas da mesa de jantar, herdadas do pai de Nara. O extenso aparador da sala, com acabamento de pau-ferro e laca colorida, é uma criação da própria moradora e marca um novo passo na trajetória do Gema Arquitetura, escritório que ela compartilha com as sócias Priscila Almeida e Joseana Costa, com sedes em SP e BH. “Sempre desenhamos muitos móveis exclusivos para nossos clientes de acordo com as demandas dos projetos. Gostamos de criar mobiliário. Agora começamos a executar alguns protótipos para lançar uma coleção nossa.”, revela.

Como Luís também se interessa por arquitetura e design, ele e Nara costumam concordar nas decisões em relação à casa. As paredes da sala, por exemplo, trazem quadros e obras de arte comprados aos poucos de artistas que ambos admiram. A dupla de gravuras de Juarez Machado, uma com fundo roxo e a outra com fundo marrom, são dos pais da moradora: “Quando eles se separaram, cada um ficou com um, mas quando me mudei para São Paulo eles me emprestaram os dois quadros, então essas obras me trazem uma memória afetiva.”.

09-decoracao-apartamento-moveis-vintage-buffet-madeira-design

10-decoracao-projeto-arquiteta-nara-grossi-gema-arquitetura

11-decoracao-livros-design-arquitetura-viagens

12-decoracao-buffet-madeira-design-nara-grossi-gema

13-decoracao-sala-com-abertura-cozinha-passa-prato-cores

14-decoracao-sala-com-abertura-cozinha-passa-prato

15-decoracao-sala-cozinha-passa-prato-madeira

16-decoracao-corredor-quadros-tapete-etnico-amarelo

17-decoracao-sala-jantar-mesa-saarinen-marmore

De um lado a efervescência da vida paulistana, do outro a calmaria de Minas e a saudade dos familiares e amigos que estão por lá. Com o coração um tanto apertado, mas sem dúvidas feliz, Nara transformou seu apartamento despretensioso em um refúgio acolhedor que une esses dois mundos.

Para conhecer os outros espaços do apê é só clicar abaixo e ler o Capítulo 2, com mais fotos e ideias:

Continua-final

Fotos por Rafaela Paoli

Deixe seu comentário 8 Comentários

  1. Delícia de ap, amo vir aqui conferir as histórias de casa ❤❤❤

    Responder
  2. Achei lindo, mas faltou o nome dos artistas plásticos, ne!

    Responder
    • Oi, tudo bom?
      Nem sempre temos os nomes dos artistas escolhidos pelos moradores, por isso costumamos citar os que sabemos ou que os próprios moradores nos passam. 🙂
      Beijos

      Responder
  3. Que lindo!!!! Vocês sabem de onde é o “banco” roxo e azul super estiloso?

    Responder
  4. Qual é o amarelo da porta?

    Responder
    • Oi Raquel!
      Infelizmente a moradora não tem mais a referência da cor. Ela pintou há um tempão e acabou perdendo o nome. 🙁
      Beijos

      Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Histórias

Tags