Quitinete com personalidade de sobra

Apezinho de 23m² com ideias ótimas para espaços pequenos

Durante seis anos essa quitinete de apenas 23m² ao lado do Copan, no centro da cidade, foi o lar do maquiador Dindi Hojah. Antes de se despedir de vez do endereço, (Dindi está de mudança para um novo apartamento) ele quis compartilhar o que aprendeu nesse meio-tempo. É, porque viver com uma máquina de lavar dentro do banheiro e uma cozinha onde só cabe uma pessoa por vez não é nada fácil, mas quem disse que os espaços pequenos não podem ser charmosos, confortáveis e cheios de histórias também?

“Antes eu morava no litoral em uma casa espaçosa com a minha família. O apezinho foi minha primeira casa em São Paulo e foi um desafio me adaptar, principalmente porque sou uma pessoa que faz diversos trabalhos manuais e que, portanto, precisa de espaço para guardar os materiais e equipamentos”, ele explica.

O grande trunfo do apartamento é o layout pensado pelo morador – em um só cômodo foi possível criar diferentes funções de acordo com os móveis usados em cada ‘cantinho’. A sala e o quarto são representados pelo sofá-cama com base de pallet, o office/ateliê/jantar foi resolvido com uma mesa pertinho da janela e a cozinha se divide em duas partes:  a área do fogão e do frigobar, dentro da sala, e uma área separada com a pia e uma bancada mini.

Outro motivo que faz o apê ser especial são as características arquitetônicas de época – depois de investigar um pouco, Dindi descobriu por acaso que o prédio foi erguido nos anos 30. “Sempre me questionei sobre isso e comecei a procurar um jeito de descobrir a data de construção. Eu presumia ser da década de 1940, até o dia em que estava incomodado com o espelho do banheiro e resolvi trocá-lo. Quando tirei a peça, ela tinha uma etiqueta intocada com um carimbo datado de 1938”, ele lembra.

Antes da chegada do maquiador o imóvel ficou fechado durante muitos anos e isso acabou evitando que ele fosse reformado – ou seja, tudo era original: os tacos do piso, os revestimentos do banheiro e da cozinha, as louças… apaixonado por essa atmosfera vintage, Dindi não quis descaracterizar os ambientes, então ele mudou o mínimo possível. Seu melhor aliado foi a pintura, que de certa forma ajuda a setorizar as funções dentro do cômodo integrado.

Justamente por não ter tanto espaço disponível, Dindi precisou escolher os móveis com calma e de acordo com suas necessidades principais. Se preciso fosse, ele rodava a cidade até encontrar uma prateleira na medida exata de sua parede. “Penso muito em sustentabilidade e em investir em itens que perdurem. Também gosto de garimpar coisas. Sempre vasculho caçambas e frequentemente vou a bazares e brechós para dar uma sondada”, ele diz. É por isso que a decoração tem detalhes tão diferentes.

3 ideias de decoração para quitinetes:

* Não estabelecer usos restritos às coisas: Dindi aprendeu a escolher móveis versáteis e compactos, como a cama de pallet que também é usada como sofá ou a mesa de jantar que também serve para trabalhar. Assim a decoração não fica engessada. “Uma cadeira pode ser um criado-mudo ou servir para acomodar as visitas, por exemplo”, ele fala.

* Setorizar o ambiente por uso:  A organização sempre será de grande ajuda para quem mora em espaços pequenos. No caso de Dindi, tudo é bem dividido. O que é relacionado à alimentação fica em um canto, as roupas e itens de uso pessoal em outro, os materiais de desenho e costura em outro, e assim vai.

* Não abrir mão dos detalhes: Não é porque a casa é pequena que ela deve ser vazia também. Dindi não entulhou o cômodo, mas fez questão de decorá-lo com muitos objetos e lembranças. “Acabei transformando cada canto em um pequeno universo e isso me fez desfrutar o apartamento de maneiras diferentes”.

Onde encontrar

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

Fotos por Luiza Florenzano

Deixe seu comentário 24 Comentários

  1. Por curiosidade, onde consigo um modelo de telefone igual? *_*

    Responder
    • Oi Andréia, tudo bom?
      O morador é bem garimpeiro, então provavelmente foi comprado em algum brechó. Mas vamos tentar descobrir pra você.
      Beijos

      Responder
  2. A curadoria de vcs é impecável! :>

    Responder
  3. Que absurdo de lindo. Parece enorme. Isso sim é um ap com personalidade.

    Responder
  4. Simplesmente maravilhoso!!!!! Cada detalhe lindo, a luz do ape, o cuidado com tudo! <3

    Responder
  5. Que apto mais lindoooo!! Tô impressionada com a distribuição e organização dos espaços!
    As plantas, tantas e tão bem cuidadas!!
    Enfim, lindo, lindo, lindo!!

    Responder
    • Demais o apê, né Carla? O morador realmente teve muita sensibilidade na hora de montar cada detalhe. Achamos o máximo! Beijos

      Responder
  6. Eu ameeei muitooo essa quitinete, também moro em uma e me inspiro muito no blog, mas essa historia me encantou!!!!! <3
    Gostaria de saber se possível, se o tecido da cortina do box do banheiro é tule ou outro material?

    Responder
    • Oi Poliana! Que legal saber que você também mora em uma quitinete. Essa com certeza é uma matéria que pode te inspirar bem. 🙂
      Pelo que nos parece, a cortina é de tule mesmo, mas vamos tentar checar com o morador para ter certeza.
      Beijos!

      Responder
  7. Amei! Estilo vintage, escandinavo, porém com personalidde!

    Responder
  8. Simplesmente um charme! Adorei cada detalhe, cade cantinho que o morador soube decorar muito bem!!! Amei!!!

    Responder
  9. Fiquei curiosa qt às dimensões. Teria um croqui ou planta baixa?

    Responder
    • Oi Patricia, tudo bom?
      Infelizmente não temos 🙁 Dessa vez vamos ficar devendo. Beijos

      Responder
  10. Lindo o apartamento do Dindi. A matéria também ficou belíssima e captou a delicadeza do espaço em detalhes. Queria muito saber uma coisa, se puderem me ajudar eu agradeço. Estou buscando ideias para decorar um espaço alugado mais ou menos do mesmo tamanho 26m2 e com características similares, banheira antiga, etc. Vi que ele fez algumas modificações estruturais, como troca de armário embutido. Então eu gostaria de saber se esse espaço do Dindi é alugado, porque uma das coisas que mais me ‘engessa’ é essa questão do espaço não ser meu e as modificações não serem acolhidas pelos donos. Um beijo, Sheila

    Responder
    • Oi Sheila, tudo bom?
      Se não me engano, o apê do Dindi é alugado sim. Mas ele contou que estava bem preservado e quase todo original quando se mudou.
      De repente o que você precisa fazer é tentar convencer os proprietários de que essas melhorias valorizam muito o imóvel.
      Boa sorte!!! Beijos

      Responder
  11. Nossa amei! Tô prestes a morar sozinha em um cantinho bem pequeno, essas dicas foram de grande valia para mim. Só queria saber onde encontrar um fogão como o dele ou mini fogão rsrs.

    Responder
  12. Oi, parabéns pelo site, muito legal!!!! Que apê lindo, iluminado, gostoso, parabéns ai morador, de muito bom gosto

    Responder
  13. Lindo demais. Vocês poderiam me dizer de onde é o esqueleto pendurado na porta da cozinha?

    Responder
    • Oi Adriane, tudo bom?
      O morador dessa quitinete AMA garimpar, então boa parte dos objetos dele foi encontrada em bazares, brechós e afins, por isso são peças únicas. Acredito que o esqueleto seja mais um desses tesourinhos garimpados por aí. Beijos

      Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Decore

Tags