Amor pela culinária

Decoração alegre e colorida no apê da Laura e do Raul, do MasterChef

Expor seus dotes culinários para o país inteiro em um programa de televisão é algo no mínimo desafiador, mas para o cozinheiro Raul Lemos, vice-campeão do MasterChef, essa experiência talvez tenha sido o empurrãozinho que faltava para ele abraçar de vez a nova carreira. Tanto que o apartamento escolhido ao lado da esposa, a consultora de estilo Laura Gianfaldoni, tem a cozinha como ponto de partida. Integrado e funcional, o espaço acomoda todos os apetrechos gastronômicos do casal e serve como ponto de encontro. “Para nós fez muito sentido ter uma cozinha aberta para a sala, onde os dois ambientes convivem em harmonia, pois gostamos que seja um lugar para receber os amigos. Todo mundo gosta de ver o Raul cozinhando”, ela conta.

Laura e Raul se conheceram durante um intercâmbio em Londres e desde então não se desgrudaram mais. Algum tempo depois de voltarem para o Brasil, ela o convenceu a se mudar para a Pompéia, bairro onde nasceu – e quando perceberam os dois já estavam morando juntos em um apezinho. Em busca de mais espaço e de uma cozinha mais prática, o casal começou a procurar outro imóvel para alugar, e foi assim que eles encontraram um apartamento de 95m² com janelas do piso ao teto, luz natural abundante e ambientes recém-reformados.

Sem a necessidade de fazer novas reformas, Laura e Raul colocaram sua personalidade na decoração usando objetos divertidos, muitas cores e lembranças queridas. Algumas delas são: o pratinho com uma ilustração de seu convite de casamento; o caminho de mesa de crochê feito pela mãe do cozinheiro; as almofadas em formato de bonequinhas russas bordadas pelo avô de Laura; e as plantas, que são um xodó do Raul e foram batizadas carinhosamente de ‘meninas’.

A mistura de tons alegres e móveis descontraídos é uma composição feliz que traduz bastante o espírito do casal. “A gente gosta muito de cor e pelo fato de a cozinha ter móveis muito escuros sentimos ainda mais necessidade de trazê-las para a casa. Os objetos coloridos são, em sua maioria, coisas que compramos em viagens. É muito bacana poder conviver com essas peças, lembrando a história delas. No geral, fomos montando a casa aos poucos e muito pelo nosso feeling”, Laura explica. Por conta do janelão da sala e da luz natural que invade o apê, essas cores ganham ainda mais vida.

Raul começou a cozinhar aos 12 anos, conforme ia acompanhando sua avó na cozinha, porém ele se aperfeiçoou no tema quando veio morar em São Paulo e precisou se virar sozinho. Ele sempre foi bom de improviso e logo aprendeu a transformar ingredientes simples em pratos criativos. Hoje Raul se considera um sortudo por poder trabalhar com essa paixão: “É gratificante. Um privilégio e ao mesmo tempo um desafio. Todo dia tenho uma descoberta, uma aventura diferente e uma porta que se abre”, ele diz.

A distribuição da cozinha deixa a rotina do casal mais prática: de um lado fica a bancada, grande e alta, com a área de preparo voltada para a sala – e consequentemente para as visitas; do outro ficam os armários maiores, com forno, micro-ondas e geladeira embutidos. A estante metálica deixa à mostra a coleção de panelas coloridas de Raul e também acomoda os temperos mais usados em suas receitas. Tudo para que cozinhar seja a parte mais gostosa do dia – e da vida.

Onde encontrar

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

Fotos por Luiza Florenzano

Deixe seu comentário 16 Comentários

  1. Gente, mas cadê a receita? Bem na vez de um Masterchef, quero saber o que aconteceu com essa abobrinha aí, rsrsrsrsr

    Responder
    • Hahaha, justo dessa vez acabamos não colocando né? Vamos tentar pegar os detalhes com o Raul 🙂

      Responder
  2. Adorei! Segundo capítulo. Terá?

    Responder
    • Oi Kamilla, tudo bom?
      Dessa vez não teremos o segundo capítulo. As matérias de quinta são mais curtinhas. 🙁

      Responder
  3. Gente, vocês conhecem onde vende esse ralador de abobrinha? Nem sei se o nome é ralador mesmo.

    Responder
    • Oi Ellen, tudo bom?
      É super legal esse cortador né? Parece um apontador e é muito prático, piramos quando o Raul mostrou. Ele é da loja Mundo Cheff. Acho que está sem estoque no site, mas eles têm lojas físicas também. http://bit.ly/2tlw2wm
      Beijos

      Responder
  4. Olá Histórias de Casa! Nossa adorei as cadeiras coloridas na mesa de jantar. Alguma dica de onde encontrá-las?
    Grata, beijinhos.

    Responder
  5. Olá, tudo bom? Adorei a matéria como sempre, vocês poderiam me informar a cor da tinta onde está a mesa de jantar?
    Grata.

    Responder
    • Oi Vanessa!
      Eba, obrigada pelo elogio, ficamos felizes. Descobrimos o nome da tinta!!! É da Coral, e a cor é a “Cinzelado”. Beijos

      Responder
  6. Maravilhoso!!! Super aconchegante e com muito bom gosto! Gostaria de saber a cor da parede. Estou para repintar a minha.

    Responder
  7. Que casinha gostosa. Adoraria saber o nome da cor das paredes.

    Responder
    • Oi Luciana, tudo bom?
      A tinta cinza se chama Cinzelado, da Tintas Coral.
      Obrigada, Beijos

      Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Na Cozinha

Tags