Uso criativo dos espaços

Um apartamento com boas soluções de otimização e decoração divertida

As pranchas e os equipamentos de mergulho pendurados na parede deixam bem claro que os moradores desse apartamento de 69m² na Mooca têm espírito aventureiro. Natalia Kaupa e Fabio Amado compraram o imóvel ainda na planta, então eles tiveram a chance de fazer todas as alterações que sonhavam e ainda prever boas soluções de armazenamento. Quem os auxiliou nessa empreitada foram as arquitetas do Casa14, que acabaram se tornando grandes amigas do casal no meio do processo. “Acredito que nós refletimos muito o espírito e o estilo de vida de nossa geração”, Natalia fala.

Tanto Natalia quanto Fabio trabalham com design, então eles vivem cercados de referências bacanas – só faltava organizar essas inspirações em um projeto coeso, que atendesse às suas necessidades funcionais e visuais. “Por nós dois sermos designers, a estética sempre nos foi uma prioridade. Conversamos muito sobre como seria o nosso lar e, junto com as conversas, apareciam as divergências. As arquitetas nos ajudaram a mediar nossas opiniões e potencializá-las em uma casa com a mesma linguagem. Procuramos o minimalismo por meio do desapego, da sensação de amplitude e da veracidade dos materiais”, ela completa.

A integração dos cômodos, o aproveitamento de espaços e a evidenciação da essência dos materiais, como a madeira e o concreto, são os pontos-chave da decoração, mas os moradores também comentam a influência do estilo de vida escandinavo em suas escolhas. “Buscamos acumular boas experiências ao invés de coisas – as pranchas e itens do home office representam isso. Gostamos da relação com a natureza, somos colaborativos e prezamos interações. Não queríamos que paredes nos privassem de conversas, então mantivemos a privacidade somente na suíte para garantir uma boa noite de sono”, revelam. Assim, a casa não é um local para se isolar dos outros, e sim mais uma forma de interagir com o mundo e com as pessoas.

Essa vontade de explorar novos horizontes e conhecer novas pessoas justifica as viagens que o casal costuma fazer – e é claro que todas elas acabam rendendo lembranças e objetos queridos. Natalia e Fabio já foram para o Peru algumas vezes para surfar e trouxeram na mala peças de cerâmica artesanais, por exemplo. Mais recentemente eles viajaram para a Islândia para comemorar a lua de mel e aproveitaram a oportunidade de garimpar itens de design para a casa. De certa forma, esses objetos ajudam a contar sua história.

Obra da artista Adriana Ramalho ao fundo

Fotografias em preto e branco de Mariana Guardani

Obra da artista Adriana Ramalho

4 ideias de decoração com funcionalidade

* Armários que não parecem armários: Natalia acredita que os armários ajudam na organização, mas Fabio sempre achou que eles serviam mais para acumular coisas – porém o que ambos sabiam é que eles não queriam uma casa claustrofóbica, com armários por todos os lados. A solução para garantir espaço de armazenamento sem essa sensação pesada foi criar móveis inteligentes e camuflados. O banco da mesa de jantar, por exemplo, é um grande armário horizontal, mas pouca gente percebe.

* Quarto com tablado sob a cama: A mesma lógica vale para a solução de marcenaria aplicada no quarto – o colchão do casal fica apoiado sobre um tablado de madeira com gavetões e portas camufladas. “A vontade de ter um tabladão no quarto sempre existiu por ser um otimizador de espaços e ainda algo divertido. Subimos no palco toda noite! É uma ideia funcional, estética e lúdica”, a moradora diz.

* Equipamentos esportivos bem acomodados: As pranchas de surf do casal precisavam ser armazenadas de maneira adequada e em um local de fácil acesso, então a ideia das arquitetas foi criar um suporte suspenso sobre o home office. Além da praticidade, elas acabaram se transformando em objetos de decoração também, pois refletem bem o estilo dos moradores.

* Iluminação exposta e barata: A iluminação com estrutura aparente é uma das ideias favoritas da moradora, pois ficou muito alinhada com a estética proposta e além de tudo o resultado saiu bem barato. As arquitetas inclusive usaram as peças metálicas para inventar uma luminária pendente sobre a mesa de jantar – uma peça criativa que foi idealizada na própria obra.

Onde encontrar

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

Fotos por Luiza Florenzano

Deixe seu comentário 6 Comentários

  1. Que piso é esse que está na sala e cozinha? Amei!

    Responder
    • Oi Camila, tudo bom?
      O piso é ladrilho hidráulico de uma cor só – no caso cinza, rs. Mas já vimos ladrilhos pretos em uma casa e também fica lindo, gostamos bastante deles assim sem estampa também. Beijos!

      Responder
  2. e essa colcha de caveiras e flores? sensacional!

    Responder
    • Oi Ruth, tudo bom?
      O edredom foi comprado na loja gringa Urban Outfitters, conhece? Porém procuramos no site deles e não achamos o modelo. Acho que saiu de linha. 🙁
      Beijos

      Responder
  3. Gente é maravilhoso esse apartamento! De onde é esse sofá! Adorei o tecido!

    Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Decore

Tags