Praticidade na cozinha

Ambientes funcionais com decoração bacana

É inevitável que a casa acompanhe o momento de vida de seus moradores. Para o engenheiro Paulo Roberto Marques, de 61 anos, o apartamento que compartilha com o filho, o filósofo João Paulo, pedia praticidade máxima e muito conforto. Por sorte as circunstâncias o ajudaram nessa conquista: além de o imóvel possuir um layout interessante e com poucas barreiras visuais, Paulo pôde contar com a experiência profissional de sua filha, a arquiteta Gabriela Marques, que assina o projeto de reforma. Com alterações objetivas e móveis comprados do zero, os espaços logo assumiram a personalidade racional e masculina desse lado da família.

Os 90 metros quadrados do apê em Santo André se dividem em uma sala de estar integrada, uma pequena varanda, dois banheiros e dois dormitórios – sendo que a cozinha ocupa 15 m² e fica totalmente aberta para a área social. “Já havia morado em uma casa com cozinha ligada à sala pois minha filha me convenceu a abrir o cômodo em meu antigo endereço. No fim gostei muito e virei fã desse modelo. Acho que assim o ambiente aumenta, ganha claridade e faz com que sua utilização se torne mais prazerosa e acolhedora. Quando recebo amigos e familiares, por exemplo, todos ficamos juntos entre esses dois espaços.”, comenta Paulo.

na-cozinha-praticidade-historias-de-casa-sala

02-decoracao-cozinha-aberta-porta-colorida-parede-tijolinho-quadros

03-decoracao-cozinha-azulejos-brancos-armarios-pretos

04-decoracao-cozinha-marcenaria-compensado-naval-ebanizado-armarios

05-decoracao-cozinha-integrada-sala-jantar-tijolinho-quadros

06-decoracao-cozinha-integrada-bancada-concreto

07-decoracao-cozinha-bancada-painel-azulejos-lurca-branco

Para fugir de uma reforma longa e controlar o orçamento, o engenheiro pediu para que Gabi não modificasse a estrutura do apartamento. Por sinal, os ambientes já tinham detalhes arquitetônicos bem criativos, como o pilar de concreto aparente ou a parede arredondada que leva ao hall de entrada, então isso não foi um problema. A obra priorizou a substituição dos revestimentos existentes no prédio e a criação de uma marcenaria desenhada sob medida pela arquiteta:  “No piso da cozinha usamos o mesmo assoalho aplicado na sala para dar a impressão de continuidade. Isso traz uma sensação de amplitude e, além do mais, a madeira aquece, garantindo aconchego. Os armários são de compensado com acabamento ebanizado, portanto era importante que o piso fosse um pouco mais claro.”, explica ela.

Atento à durabilidade dos materiais, Paulo buscava soluções bonitas, simples e que não caíssem em modismos – afinal ele acredita que um bom projeto de interiores pode durar para sempre sem ficar datado. Gabriela atendeu ao desejo de seu pai usando dois tipos de azulejos em tons neutros. O modelo instalado atrás da bancada da pia é um clássico nas casas do exterior e chegou ao Brasil recentemente. “Usamos rejunte preto justamente para ressaltar o formato das placas, que imitam tijolinhos.”, revela a arquiteta. Já a sala de jantar recebeu um painel logo acima do buffet com peças de desenho geométrico em preto e branco.

08-decoracao-cozinha-receita-massa-folhada-maca

10-decoracao-cozinha-sobremesa-maca-limao-siciliano

09-decoracao-cozinha-receita-massa-folhada-maca

11-decoracao-cozinha-sobremesa-maca-massa-folhada

12-decoracao-cozinha-sobremesa-maca-massa-folhada

13-decoracao-cozinha-sobremesa-maca-massa-folhada

14-decoracao-cozinha-sobremesa-maca-massa-folhada

15-decoracao-cozinha-forno-embutido-marcenaria-detalhe

16-decoracao-cozinha-bancada-painel-azulejos-lurca-branco

17-decoracao-cozinha-sobremesa-maca-massa-folhada

Paulo não cozinha todos os dias, mas nos últimos anos seu interesse pela culinária tem crescido bastante. Bom observador, ele acaba aprendendo novas receitas com programas de gastronomia na televisão ou espiando sua mãe preparar pratos tradicionais na família, como o famoso virado de milho que todo mundo adora. Incentivado pelos filhos, que sempre aguardam ansiosos seus quitutes com gostinho de comida caseira, o engenheiro preparou uma sobremesa deliciosa de maçã, cream cheese e canela no dia da nossa visita ao apê. Para copiar a receita em casa é fácil, olha só:

Sobremesa de maçã

Ingredientes:

• 1 pacote de massa folhada
• 2 maçãs e 1 limão
• Cream cheese
• Açúcar
• Canela

Corte as duas maçãs ao meio no sentido longitudinal, retire as sementes com uma colher e fatie as frutas. Coloque as fatias de maçã em um recipiente junto com o limão espremido e 100 ml de água. Leve o recipiente ao micro-ondas por 45 segundos para amolecer um pouco as fatias. Corte a massa folhada em tiras de aproximadamente 5 x 25 cm. Passe cream cheese nas faixas de massa e polvilhe açúcar e canela. Coloque as fatias de maçã parcialmente sobrepostas ao longo das tiras de massa e enrole-as para formar pequenos rolinhos que devem ser colocados em formas de empadinha. Polvilhe açúcar e canela sobre os rolinhos e leve-os ao forno a 190 graus durante 40 minutos. Depois é só degustar!

.

Fotos por Michelle Gueiros

Deixe seu comentário 1 Comentário

  1. Fiquei realmente encantada com as fotos… Fiquei com gostinho de quero mais…. Para ver o restante da casa KKK
    De muito bom gosto a decoração

    Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Na Cozinha

Tags