Mundo infantil | Boobam KIDS

Peças de design para crianças com curadoria da Boobam

Essa história foi produzida em parceria com a BOOBAM, a plataforma onde é possível comprar peças incríveis diretamente dos designers brasileiros que as produzem de maneira independente. A novidade mais bacana é que agora o site também tem uma categoria KIDS, com móveis e objetos para deixar o universo infantil ainda mais mágico.

Foi-se o tempo em que os móveis infantis não eram vistos como peças à altura de serem exibidas ao lado de poltronas, mesas e sofás nos principais espaços da casa. Cada vez mais preocupados em trazer ergonomia e funcionalidade aliadas à uma estética criativa, jovens designers e marcas têm transformado o universo do mobiliário voltado para as crianças. São cadeiras, mesinhas, bancos, camas, brinquedos e acessórios pensados não apenas para servir a um propósito prático, mas também para criar uma decoração lúdica que desperte a imaginação dos pequenos.

Com a curadoria afiada de sempre, a Boobam lançou nos últimos meses uma nova área do site com produtos voltados exclusivamente para as crianças: a categoria KIDS. São móveis feitos para organizar brinquedos, berços, cômodas, itens multifuncionais e outros elementos indispensáveis para quem tem filhos. E não pense que essas peças precisam ficar restritas aos quartos ou brinquedotecas – aliás, muito pelo contrário. Com linhas contemporâneas e acabamentos fáceis de combinar, como madeiras claras, palhinha e tons suaves, esses móveis podem e devem ser usados em outros ambientes em nome de uma casa mais kid-friendly.

Nicho Casinha G e Nicho Casinha P, do Ateliê Baobá, na Boobam
Estante Cori, da marca Noos, na Boobam

Caixote de madeira para brinquedos, do Ateliê Baobá, e banco Cubo, da Bododo, na Boobam

Ao mesmo tempo em que algumas peças exploram traços bem divertidos, como a Escrivaninha Sobradinho e as camas em formato de casinha das marcas Bododo e UEH!?, outros produtos são móveis com estética adulta, mas em versão miniatura – a Cadeirinha Espaguete, da Miúda Mobília, é um dos exemplos. Os estilos também variam um pouco entre si: enquanto a Zero Dez Kids segue uma linha minimalista, a marca Lowii tem itens em candy colors imitando picolés. De fato, a categoria KIDS está recheada com o melhor do mobiliário infantil produzido atualmente no Brasil, então quem tem filhos certamente vai se apaixonar.

Criadas por designers que são, em sua maioria, pais e mães de crianças pequenas (e que por isso entendem bem as necessidades reais desse universo), as peças são feitas para durar e resistir às brincadeiras e ao uso diário. Muitas delas inclusive são boladas para continuarem sendo úteis mesmo após o crescimento dos filhos, como o banco Cubo, que pode servir como nicho ou estante empilhável no futuro. Então sim, é possível ter uma casa linda, confortável e organizada mesmo com filhos pequenos – e o design é um belo aliado nessa missão.

Mesa e cadeiras Picolézinho, da Lowii, na Boobam
Móbile de chão, do Ateliê Baobá, na Boobam
Régua Clássica, da Bododo, na Boobam
Escadinha Bandeirola Itsu, da Oficina Itsu, na Boobam

Nicho Estrela de Madeira, do Ateliê Baobá | Cômoda Pé de Meia 2, da Miúda Mobília | Cabideiro Nórdico, da Bododo | Cama Boto, da Zero Dez Kids | Conjunto mesa de atividades, da Noss | Cama Cabana Montessoriana, da Ueh!? Design Divertido | Banco Cubo, da Bododo | Cadeirinha Espaguete, da Miúda Mobília | Espelho Filhotes Gato, da Bododo | Nicho de Casinha M, do Ateliê Baobá

.

Fotos por Luiza Florenzano

Deixe seu comentário 2 Comentários

  1. Lindos os produtos, cada idéia legal! Ótima idéia de vocês fazerem matérias com mais itens infantis, para quem tem filhos as casas decoradas de revista parecem irreais, com vasos de cristal e um monte de miudezas que são lindas, mas pode ser engolidas por boquinhas curiosas…hahahah. Precisamos de casas possíveis, por favor! Também gostaria de saber de onde é esse pufe-poltrona gigante azul marinho, sou doida nessa cor e meu filho vai amar se esparramar nele!

    Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Histórias, Editorial

Tags