Apê inspirador com muitas histórias

Quadros, plantas e peças artesanais fazem a decoração desse lar

Não espere cruzar com a palavra minimalismo ao desvendar os encantos dessa casa. Para começar, a sala tem uma vasta coleção de quadros, papel de parede estampado e algumas dezenas de plantas ocupando os cantinhos livres. A responsável por essa mistura boa é a designer e artesã Bruna, defensora do faça você mesmo e do feito à mão. Com a ajuda do marido, o cineasta André, e do filho Leon, ela criou espaços que exalam personalidade e não se prendem a regrinhas de que tudo deve estar combinando para ficar bonito. “A nossa decoração não tem muita regra, só tem amor, mesmo! Acho que o segredo é que tudo faz sentido para quem mora aqui”, ela diz.

Faz mais ou menos um ano que o casal decidiu realmente se empenhar na decoração do apê alugado na Vila Madalena. A configuração original da planta era boa e os acabamentos estavam bem conservados, então eles não chegaram a fazer grandes reformas – nem mesmo precisaram pintar as paredes, o que já foi uma bela vantagem. “Nós não reformamos nada, só entupimos de quadros e plantas!”, Bruna brinca. Muitas vezes, preencher os cômodos com diversos itens pessoais já é o suficiente para deixar a casa mais gostosa e com a cara de quem vive nela. Sem nenhum quebra-quebra ou altos investimentos envolvidos.

Bruna sempre gostou de trabalhos manuais, mas nos últimos tempos essa paixão se intensificou ainda mais. “Eu tenho um problema com o ‘faça você mesmo’, porque levo a sério demais e, quando vejo, estou mexendo até na parte elétrica sozinha. Gosto de ter objetos feitos por mim, gosto de comprar de pequenos produtores e artesãos. Fora que é tão gostoso poder falar um ‘Eu que fiz!”, a moradora conta. É verdade que o background profissional de Bruna também a guiou por esse caminho – aliás, desde a época em que era adolescente e bailarina, quando costumava costurar sapatilhas e idealizar figurinos.

De lá pra cá, Bruna se formou em moda, fez cursos de gastronomia e teve um ateliê de projetos manuais. Ela estava sempre inventando alguma coisa, até que seu filho Leon nasceu e chegou o momento de fazer uma pausa de 2 anos para se dedicar exclusivamente à primeira infância dele. “Agora que ele começou a ir para a escolinha, tudo aquilo que eu tinha deixado de lado voltou borbulhando na minha cabeça e no meu coração”, explica. Mas engana-se quem pensa que nesse meio tempo a moradora ficou parada. Bruna começou a criar conteúdo digital, fez um blog com vídeos de suas receitas e agora volta com tudo aos projetos manuais, inclusive oferecendo workshops que acontecem em seu próprio apê.

Outra vocação poderosa descoberta após a maternidade foi o amor pelas plantas. “Há tempos eu vinha pensando em ter plantas, mas nunca tive coragem, porque achava que iria matar todas. Quando me tornei mãe e vi que eu dava conta de uma criança, percebi que com toda a certeza eu também daria conta de plantas!”, diverte-se. O primeiro vasinho talvez até tenha chegado mais tímido, porém em 1 ano a selva particular do casal cresceu e se espalhou por todos os cômodos do apartamento. E Bruna ainda quer mais: sua lista de espécies que faltam na coleção é grande!

“Eu sempre fui uma pessoa ansiosa e estressada. Achei que nessa nova fase da minha vida, era importante levar tudo de uma maneira mais leve, mais saudável e mais calma. Ter plantas me traz paz. Chegar em casa é respirar mais leve, é poder passar isso para o meu filho. Ele, inclusive, tem seu próprio regador e me chama todos os dias para regarmos os vasos juntos!”.

Seguindo essa linguagem botânica, o papel de parede na sala de jantar é outro detalhe que impressiona quem chega. O modelo da marca branco. papel de parede foi instalado recentemente, mas já mudou o clima do apê. Bruna conta que antes a decoração desse espaço era um pouco séria, e agora a paleta de cores está mais diversa e alegre. “Agora gosto até de comprar flores, coisa que nunca fiz, para deixar a casa mais florida ainda. Acho que o papel complementou a sala de uma maneira muito especial!”, ela fala.

A decoração do apartamento de Bruna, André e Leon é um entrelaçar de memórias. Alguns objetos vieram da festa de casamento, feita por eles mesmos; outros foram da avó da moradora; vários quadros e pôsteres vieram de viagens; os brinquedos se espalham pela casa sem fronteiras entre o mundo dos adultos e o das crianças… tudo muito especial e ao mesmo tempo simples. “Essa casa é muito nós, ela conta nossa história. A gente é muito feliz aqui!”.

Fotos por Luiza Florenzano

Onde Encontrar

Peças inspiradas nessa história

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


COMENTÁRIOS # 10

  1. OMG!!!! Que casa mais linda !!! Vou ficar aqui admirando cada foto (escondido do chefe rsrsrsrs) Meninas o site de vocês cada dia surpreendendo com grandes inspirações. Parabéns!!!

    Responder
    • Oi Rosangela, tudo bom?
      Own, que lindo ler isso!!! Obrigada… escolhemos todas as casas do blog com muito carinho e é sempre uma delícia quando as histórias finalmente são publicadas e vocês gostam e se inspiram. 🙂 Beijão!

      Responder
  2. Esse é o apartamento mais lindo da vida! Já sigo a Bruna no Instagram há um tempo, e fiquei explodindo de felicidade quando vi que esse apê lindo dela sairia aqui, no meu site favorito! Me senti abraçada pelo afeto com que ela colocou em cada detalhe dos cômodos. Parabéns pelo site, e por trazer sempre histórias lindas para começarmos o dia sempre lembrando da importância que nosso lar tem na nossa vida.

    Responder
  3. Amei.. Muito lindo.. Principalmente a cadeira rede da sala..

    Responder
  4. A Bruna é maravilhosa,me influenciou aqui em casa, comprei um monte de planta.
    E as fotos da Luiza, nem sei mais o que dizer, apenas sentir.

    Responder
  5. Lindaaa a casa! Vocês sabem dizer de onde são as mesinhas de apoio que ficam ao lado da cama do casal?

    Responder
    • Oi Juliana, tudo bom?
      A mesinha lateral é da Tok Stok. Chama Take Me, mas não achamos no site. Talvez tenha saído de linha. 🙁
      Beijos

      Responder
  6. Olá, tudo bem?
    Vocês sabem dizer de onde é a estante de aramado da cozinha?

    Responder
  7. Me desculpem!! Acabei de comentar na matéria errada! 🙁

    Responder
    • Oi Mariana, tudo bom?
      Imagina, sem problemas… Sabe qual seria a outra matéria que queria comentar?

      Responder

NOS VEMOS NO INSTAGRAM
@historiasdecasa