Olhar de colecionador | Capítulo 2

Arte e design inseridos no apartamento e na rotina de uma família

Essa matéria foi produzida em parceria com a BOOBAM como uma homenagem ao Dia dos Pais, por isso escolhemos contar a história de um paizão apaixonado por arte e design: o Eduardo. São três filhos, muitas obras instigantes e peças eleitas a dedo compondo seu apartamento. Confira mais detalhes e visite a BOOBAM para descobrir as criações de novos artistas e designers brasileiros.

Há quase 4 anos, os empresários Eduardo e Camilla se mudaram para um apartamento antigo no centro de São Paulo. A arquitetura original preservada, as obras de arte colecionadas pelo casal e as peças de design que ocupam os ambientes refletem o olhar dos moradores e dão forma à casa. Na época da reforma eles ainda não tinham filhos, mas a família cresceu e agora Eduardo e Camilla são pais de três crianças sorridentes. Por sorte, a obra já havia previsto uma atmosfera mais integrada, perfeita para a vida familiar em conjunto e para receber os amigos. 

Naturalmente, a chegada dos filhos mudou um pouco a cara do apartamento: algumas obras de arte que poderiam ser danificadas ou que poderiam colocá-los em risco foram retiradas e hoje a casa é menos organizada, mas tem muito mais vida. No entanto, a maior transformação foi pessoal. “A paternidade mudou meu olhar sobre as coisas ao meu redor, minha preocupação em deixar um legado sobre valores, tudo hoje leva em consideração os meus filhos. Procuro me dedicar de corpo e alma a eles e vê-los crescer e ter a retribuição diária deste amor é muito gratificante”, o morador conta.

Desde cedo as crianças convivem com obras e instalações, então para elas não existe nenhum tipo de estranhamento, apenas uma curiosidade natural, como em qualquer descoberta da infância. Na sala de TV, por exemplo, o castelinho de papelão divide espaço com a obra ‘Procurando Jesus’, do artista brasileiro Jonathas de Andrade. “Tínhamos muito desejo de instalar esta peça e entender como seria o convívio com uma obra de tamanha potência. Com o nascimento dos nossos filhos, essa área acabou se tornando também o cantinho de brincadeiras e maior interação familiar, e às vezes me pego assistindo Peppa Pig com os 3 em uma relação jamais pensada”, Eduardo brinca.

No quarto dos pequenos, o design não ficou de fora. O casal fez um garimpo de móveis modernos brasileiros e os mesclou com peças de design escandinavo contemporâneo. Os berços vieram da Dinamarca, a daybed é francesa e o restante foi encontrado em antiquários locais. Nesse espaço, novamente é possível perceber a preferência dos moradores pelos tons neutros.

“Morar no centro da cidade é às vezes muito intenso. Ao notar a dinâmica da geografia em que estávamos nos instalando, decidimos que iriamos projetar um quarto com pouca informação visual. Tínhamos como referência o quarto de Donald Judd e queríamos apenas uma cama e obras de arte nos rodeando”, o casal explica. No entanto, com o nascimento de Allegra, a filha caçula, algumas coisas mudaram, pois agora o pequeno berço está acomodado em frente à cama e o buffet vintage assumiu a função de trocador temporariamente.

Camilla e Eduardo tiveram infâncias muito distintas. Enquanto ela foi criada em SP e morou na mesma casa durante toda a vida; ele cresceu no interior e se mudou diversas vezes, sendo que em grande parte do tempo viveu em uma cidade bem pequena e morava em uma vila com casas sem muros, onde era possível dormir com portas e janelas abertas e brincar à vontade. Hoje, essas duas vivências servem de inspiração para a forma como o casal cria os filhos. “Nossa casa é realmente vivida em sua totalidade. Apesar das muitas obras de arte e dos móveis de design, as crianças podem brincar livremente, recebemos muitos amigos, vivemos sem frescuras e isso faz dela um lar real”, eles definem. * Ei, essa história ainda tem uma continuação muito legal! Não deixe de conferir…

Fotos por Luiza Florenzano

CONTINUA

ONDE ENCONTRAR

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


COMENTÁRIOS # 2

  1. Nossa, estou amando a história dessa casa! Não entendo de arte como eles (na verdade não entendo nada de arte mesmo…hahaha), mas achei muito legal com a casa parece refletir os donos. Adorei a idéia de frascos permanentes no banheiro, com as etiquetas. Boa sugestão para reduzir o lixo, acho que vou aplicar em casa 😉 Louca para ler o próximo capítulo!

    Responder
    • Oi, tudo bom???
      Realmente os moradores foram se tornando peritos no assunto arte. Nos encantamos pelo apartamento e pela família toda, foi demais contar essa história!
      Amanhã tem mais fotinhos lindas. Beijos!

      Responder

NOS VEMOS NO INSTAGRAM
@historiasdecasa