Refúgio colorido | Capítulo 1

A decoração jovem e criativa do apartamento da designer Naia Ceschin

Uma casa e todas as memórias que ela guarda não podem ser resumidas de uma vez só, então por aqui fazemos diferente. Ao invés de concentrar todos os detalhes e fotos em uma única matéria, criamos pequenos capítulos para que você possa curtir essa visita durante vários dias. É só acompanhar a ordem pelo título dos posts e apreciar o passeio sem se preocupar com o relógio.

As cores são essenciais na vida da artista visual Naia Ceschin. Além de recorrer a elas em seus trabalhos, repletos de formas e tonalidades alegres, ela fez questão de inseri-las na decoração de seu apartamento na Vila Madalena. Pintada de amarelo, a porta de entrada anuncia que essa é uma casa com boas vibrações e escolhas certeiras.

Naia sempre foi muito apegada à sua família, porém algum tempo atrás sentiu que havia chegado a hora de deixar o ninho e experimentar a deliciosa sensação de liberdade de quem mora sozinho. Com a decisão tomada ela procurou uma corretora para que pudesse visitar diversos imóveis até encontrar o lugar ideal. Três meses depois a artista estava arrematando o apê de 93m² em uma região tranquila e perto de tudo: “Entrei na rua do prédio e já senti uma energia muito positiva, depois quando pisei lá dentro tive certeza de que queria viver ali. Além de ter tudo o que eu precisava, a localização era ótima”, lembra ela.

decoracao-apartamento-cores-historiasdecasa-02

decoracao-apartamento-cores-historiasdecasa-03

decoracao-apartamento-cores-historiasdecasa-04

decoracao-apartamento-cores-historiasdecasa-05

decoracao-apartamento-cores-historiasdecasa-06

decoracao-apartamento-cores-historiasdecasa-07

decoracao-apartamento-cores-historiasdecasa-08

O apartamento, recém-reformado, era mesmo irresistível: o antigo proprietário havia removido paredes em posições estratégicas para integrar a área social e ainda facilitar a entrada de luz natural. Assim a cozinha e um dos dormitórios originais da planta passaram a fazer parte da ampla sala de estar, também ligada a uma varanda. Aconchegante e na medida certa, o quarto é o único ambiente reservado além dos dois banheiros e já veio equipado com armários embutidos de portas de correr. Tudo estava prontinho para morar – Naia só precisou pintar as paredes de branco.

Boa parte dos móveis veio no caminhão de mudanças, pois a moradora já possuía bastante coisa. Entre eles estão relíquias herdadas de sua bisavó e guardadas com afeto: a geladeira verde vintage usada como armário e a cadeira de balanço com assento e encosto de palhinha. Duas coleções queridas também chamam a atenção das visitas. A primeira, de caixinhas de porcelana e prata, Naia herdou de sua avó e acabou dando continuidade; a segunda é de coloridas miniaturas de Kombi. O restante foi chegando aos poucos, conforme a artista encontrava peças interessantes em viagens ou conforme ia ganhando presentes de amigos.

decoracao-apartamento-cores-historiasdecasa-01-porta-amarela

decoracao-apartamento-cores-historiasdecasa-09

decoracao-apartamento-cores-historiasdecasa-10

decoracao-apartamento-cores-historiasdecasa-11

decoracao-apartamento-cores-historiasdecasa-12

decoracao-apartamento-cores-historiasdecasa-13

O apê da Naia tem um detalhe que mais nenhum tem e que faz toda a diferença. Acostumada a desenhar estampas para diversas superfícies, ela criou um padrão exclusivo e mandou imprimi-lo em azulejos para deixar o banheiro social mais divertido. O engraçado é que as peças ficaram tão bonitas que seria um desperdício “escondê-las” em um espaço pouco usado, então a saída foi criar um painel no meio da sala mesmo, dando a ele seu merecido destaque. Para o acabamento ficar ainda melhor, os azulejos não foram rejuntados, e sim colados direto na parede. E não tem problema que esse não seja o jeito mais certo de instalar, afinal a melhor parte de viver sozinho é justamente poder decidir o que fazer e como fazê-lo.

decoracao-apartamento-cores-historiasdecasa-14

decoracao-apartamento-cores-historiasdecasa-15

decoracao-apartamento-cores-historiasdecasa-16

Para a moradora não há nada como chegar, tirar os sapatos, pegar um suco geladinho e deitar no sofá com os pés para cima: “É nessas horas que respiro fundo e sinto aquela sensação boa de estar em casa!”. Gostou dos ambientes integrados? Ainda essa semana vamos publicar mais fotos e histórias do apartamento. Acompanhe!

Continua-final

Fotos por Rafaela Paoli

Deixe seu comentário 7 Comentários

  1. Estava procurando inspiração pra decorar meu apê e achei o histórias de casa. Adorei! Sensação de aconchego, aqui! Louca pra ver a cozinha desse apartamento!

    Responder
    • Oi Lívia, tudo bom?
      Ah, que máximo! Ficamos felizes em saber que podemos te ajudar com nossas matérias. <3
      Na verdade não conseguimos fotografar a cozinha desse apê todo – no dia das fotos a moradora estava ocupando esse espaço, então só clicamos mesmo a parede de lousa.
      Vamos ficar devendo essa, mas as fotos do Capítulo 2 também estão LINDAS… Prometo! rs…
      Beijos

      Responder
  2. Amei a decoração. Tenho uma pequena loja no bairro onde moro e já peguei várias idéias para decoração. Valeu!

    Responder
  3. O blog é muito bom 🙂
    Parabéns!

    Seria ótimo se pudessem disponibilizar as plantas de algumas casas. Uma inspiração a mais na hora de decidir a construção do nosso próprio cantinho.

    Obrigada!

    Responder
    • Oi Andreza, td bem?
      Que ótimo ler isso, obrigada!!!
      Ai, bem que a gente gostaria de mostrar as plantas também, mas é algo muito difícil de conseguirmos. Quase nenhum morador tem… De qualquer forma, anotamos a dica. Rsrs
      Obrigada, Beijos

      Responder
  4. Que linda casa!
    Parece um refúgio mesmo, deu vontade de morar num lugar assim rs.
    Parabéns!
    Beijos

    Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Histórias

Tags