Mamusca

Um espaço coletivo e divertido para adultos e crianças

A decoração faz parte do nosso dia a dia, por isso conseguimos enxergar ideias interessantes em quase todo lugar, inclusive em ambientes de trabalho. Depois de perceber que esses espaços também tinham suas histórias pra contar, decidimos lançar uma seção chamada POR AÍ. Além de mostrar onde pessoas talentosas produzem suas criações, vamos falar sobre a carreira de cada uma delas…

Antes de se tornar mãe, Elisa Roorda enxergava o universo infantil como algo bem distante, porém a chegada de Nina e Sofia virou seu mundo de cabeça para baixo – no melhor dos sentidos. Além de cultivar outros hábitos e descobrir novas prioridades, ela revisitou sua época de criança e tudo de mais gostoso que viveu durante a infância. Apesar de aproveitar essa fase ao máximo, Elisa ainda sentia falta de alguma coisa: um espaço coletivo em São Paulo para mães e bebês que agradasse a toda a família. Foi então que, ao lado de Janaina Pereira, mãe de Joaquin e Valentin que passava pelo mesmo dilema, ela decidiu abrir um negócio inovador em Pinheiros, o Mamusca.

“Quando todos estão felizes é mais fácil rolar uma conexão. E isso é o que mais queremos resgatar: a conexão entre grandes e pequenos.”

“Imaginamos o Mamusca como um ponto de encontro para as famílias se conectarem e uma plataforma para muitos movimentos, iniciativas e ideias, por isso trabalhamos para construir um lugar que agradasse a todos, pais e filhos.”, revelam as idealizadoras. Ambas formadas em Propaganda e Marketing, Elisa e Janaina desenvolveram o projeto baseadas em inúmeras referências, de endereços criativos espalhados pelo mundo a pedidos de amigos com crianças pequenas, além de suas próprias necessidades e lembranças de infância. A ‘gestação’ do Mamusca foi mais longa que o convencional – dos planos iniciais até a inauguração, em maio de 2013, passaram-se quatro anos.

02-decoracao-mamusca-concreto-vitor-penha

03-decoracao-mamusca-concreto-pe-direito

04-decoracao-mamusca-concreto-brinquedo

05-decoracao-infantil-casinha-casa

06-decoracao-infantil-fantasia-arara-concreto

07-decoracao-mamusca-concreto-vitor-penha

08-decoracao-mamusca-mezanino-vintage

Desde o princípio a dupla sabia que a arquitetura e a decoração dos ambientes seriam cruciais para o sucesso da empreitada, afinal uma convivência harmoniosa só é possível em um espaço funcional e convidativo. O desafio de transformar um terreno vazio em um lugar inspirador que se espalha por mais de 400 m² de área construída foi vencido com a ajuda do arquiteto Vitor Penha, adepto do reuso de materiais e da estética imperfeita. “Pedimos para ele criar um projeto com muita luz, integração e liberdade, e que não tivesse nada a ver com os estabelecimentos infantis que conhecíamos, pois o nosso objetivo era justamente fazer algo fora do comum.”, revela Elisa.

Ao invés de propor materiais assépticos ou de cair no clichê das paredes multicoloridas presentes na maioria das brinquedotecas, Vitor seguiu um caminho completamente oposto, apostando em texturas ousadas e pouco associadas às crianças, como concreto, vidro, madeira e tubulações elétricas à mostra. Essa ‘desconstrução’ se estende aos móveis e objetos vintage escolhidos a dedo pelo arquiteto em inúmeros garimpos pela cidade, como as arandelas de cristal que ficam na área do café – o contraste entre a delicadeza das luminárias e o ar bruto dos blocos de concreto é mais uma das muitas brincadeiras do Mamusca.

09-decoracao-ladrilho-colorido-concreto

10-decoracao-ladrilho-colorido-concreto

11-decoracao-ladrilho-colorido-quadros

12-decoracao-gaveta-nicho-parede-concreto

13-decoracao-bar-ladrilho-hidraulico-cores-concreto

14-decoracao-cafe-cobogo-concreto-vidro

15-decoracao-cobogo-concreto-vidro

Elisa e Janaina acreditam que as crianças tenham mais autonomia e liberdade para crescer em um ambiente bem preparado e que estimule esse desenvolvimento, por isso antes de tirarem o Mamusca do papel elas estudaram diversas linhas de ensino que também valorizam esse conceito, como Montessori, Emmi Pikler e Educação Ativa. A reação dos pequenos quando chegam ao espaço não poderia ser mais gratificante para a dupla: “Eu vejo que eles realmente se sentem livres. Quando entram aqui são tomados por um encantamento que faz com que esqueçam se estão ou não acompanhados e simplesmente saiam explorando tudo.”, conta Elisa orgulhosa do resultado.

“O ambiente tem um papel essencial no nosso trabalho.”

Além de promover a união entre adultos e crianças, as criadoras do projeto ganharam de brinde a realização profissional e uma rotina de trabalho flexível. Antes acostumadas à correria do mundo corporativo, Elisa e Janaina agora ajudam a fomentar um mercado que tem como prioridade o sentimento. “Uma das coisas mais divertidas e que me alimentam no dia a dia são os encontros que o Mamusca me proporciona: com pessoas, ideias e movimentos relacionados à infância.”.

18-decoracao-parede-concreto-mamusca

16-decoracao-parede-concreto-vitor-penha

17-decoracao-parede-concreto-luminaria-vintage

19-decoracao-arvore-cores-pompom

20-decoracao-banheiro-concreto-azulejo-verde

01-decoracao-jardim-crianca-parque-mamusca-quintal

21-decoracao-mamusca-jardim-fundos-areia

22-decoracao-mamusca-brinquedoteca-infantil

As idealizadoras do espaço coletivo acreditam que conexão, amor e acolhimento são três ingredientes essenciais na relação entre pais e filhos, por isso fazem questão de estimular essa troca. “O Mamusca é um lugar que acolhe a diversidade através do novo e do diferente. Somos disruptivos de uma forma carinhosa e isso ajuda a levar informações que consideramos importantes para um número maior de pessoas.”, diz Elisa com um sorriso no rosto.

.

Fotos por Alessandro Guimarães

Deixe seu comentário 2 Comentários

  1. AMEI tudo!

    Responder
  2. Que lugar maravilhoso

    Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Por Aí

Tags