Sonho lapidado | Capítulo 1

Tons de cinza e rosa se encontram nesse apartamento contemporâneo

Polished dream | Part 1

Pink and gray tones in a modern apartment

Uma casa e todas as memórias que ela guarda não podem ser resumidas de uma vez só, então por aqui fazemos diferente. Ao invés de concentrar todos os detalhes e fotos em uma única matéria, criamos pequenos capítulos para que você possa curtir essa visita durante vários dias. É só acompanhar a ordem pelo título dos posts e apreciar o passeio sem se preocupar com o relógio.

É nos pequenos detalhes que o apê da designer de joias Beatriz Daidone e do empresário Paulo Cezar Castello Branco Filho se torna grande. Os revestimentos e tecidos em tons de rosa, as torneiras tingidas de dourado e os objetos charmosos não negam a vocação feminina da decoração, tampouco o dedinho de Bia em cada uma dessas escolhas. Casados desde setembro do ano passado, os moradores de repente perceberam que o imóvel amplo, comprado inicialmente apenas como um investimento de Paulo, poderia se transformar no lar dos sonhos com alguns ajustes.

Na época em que o apartamento foi entregue pela construtora o empresário alterou pouca coisa para que pudesse alugá-lo durante um tempo sem gastar muito: acabamentos simples resolveram os cômodos de forma rápida e as três suítes compactas foram mantidas, assim como a copa e a varanda gourmet, cheias de paredes e divisões. Porém quando chegou a hora de o casal realmente se mudar para o endereço, uma reforma entrou em curso. “Nós não tivemos um arquiteto ou um decorador, mas tivemos um ótimo engenheiro e a ajuda essencial da minha mãe, que adora uma obra. Foi ela que desenhou a planta e nos guiou no projeto.”, lembra Bia.

02-decoracao-macaneta-cristal-dourado

03-decoracao-varanda-integrada-sofa-cinza-rosa

04-decoracao-poltrona-rosa-verde

05-decoracao-varanda-sofa-pufe-cinza

06-decoracao-quadros-livros-tora-madeira

07-decoracao-livros-luminaria-madeira

Antes de definirem o layout e as funções de cada ambiente, os moradores só sabiam de uma coisa: queriam um apê com clima descontraído e aconchegante, onde pudessem receber os amigos e a família sem complicação e sem aperto. O primeiro passo para conquistar tudo isso foi remover determinadas paredes e deslocar outras, redimensionando os espaços. Ao contrário do que acontece na maioria das reformas, a cozinha foi diminuída para que a sala pudesse crescer, agregando a metragem da antiga copa e da varanda – a churrasqueira original, muito pequena para o casal que não dispensa um churrasco, foi substituída por um modelo maior e ganhou a companhia de uma bancada de apoio. O resultado do quebra-quebra é uma área de estar integrada e muito bem iluminada, banhada pelo sol durante todo o dia.

Assumidamente viciada no Pinterest, Bia já possuía inúmeras referências de decoração salvas em suas pastas virtuais, então não foi difícil descobrir que estilo iria seguir e depois transformar essas ideias em realidade. Além disso, sua irmã, que mora na rua de trás, é Juliana Daidone, criadora da SaLA Design, o que prova que esse dom criativo vem de família. Valéria Rodrigues, mãe das duas, não apenas inspirou nas filhas a paixão pelo tema ‘casa’, como também as ensinou a importância de cultivar plantas. “Cresci vendo minha mãe passar horas cuidando do jardim. O vaso grande de antúrio na minha sala foi ela quem nos deu. Essa planta era do meu tio, depois passou para ela e hoje está aqui, com mais de 20 anos!”.

08-decoracao-sala-jantar-espelho-parede-rosa

09-decoracao-sala-jantar-espelho-cadeira-rosa

10-decoracao-sala-jantar-espelho-buffet-cinza

11-decoracao-sala-aparador-branco-marcenaria

12-decoracao-plantas-cacto-selvvva

13-decoracao-quadros-enfeites-detalhes

14-decoracao-sala-aparador-marcenaria-palhinha-bar

15-decoracao-parede-enfeite-dourado-cavalo

16-decoracao-bar-copos-aparador-dourado

Todas as peças usadas no apartamento, dos móveis maiores às relíquias sobre o aparador, são queridas pelo casal, porém algumas falam mais alto ao coração. A primeira delas é a maçaneta da porta de entrada, desenvolvida pela própria Bia com uma pedra de calcita envolta em uma fita de latão banhado. Além do visual único, esse detalhe marca uma importante descoberta da designer: seu trabalho com joalheria também pode ser aplicado em itens de decoração. Entre os quadros que se espalham pelos ambientes, dois são especiais – o que tem a palavra Primavera, que foi pintado por um tio da moradora e fez parte da sua infância na casa dos avós, e a campanha publicitária emoldurada sobre a geladeira de cervejas, que traz a fotografia de outro tio sobre sua antiga moto.

Uma atração à parte é a mesinha de jogos, original dos anos 50 e com cadeiras estofadas que pertencem ao mesmo conjunto. Esses móveis ficavam no apê da mãe de Bia no Guarujá, mas ela gostava tanto das peças que as pediu como presente de casamento. Outro objeto no mínimo inusitado é o pinguim gigante de Paulo, comprado depois que ele descobriu o boneco compondo a vitrine de uma loja – o item nem fazia parte dos produtos à venda no lugar, mas o casal deu um jeito de conseguir o contato de quem montou a cenografia para poder arrematar o bicho.

17-decoracao-mesa-jogos-piso-cimento-plantas

01-decoracao-sala-integrada-azul-branco-cimento-polimerico

18-decoracao-poltrona-couro-espelho-redondo

19-decoracao-varanda-integrada-churrasqueira-plantas

20-decoracao-mesas-laterais-coloridas-dourado

21-decoracao-varanda-churrasqueira-plantas

22-decoracao-varanda-churrasqueira-plantas

Além de Bia e Paulo, o apartamento ainda tem dois moradores ilustres, os cães José e Caetano. Zé, como é chamado pelos íntimos, tem treze anos e acompanhou diversas fases da vida da designer – da época da escola até o casamento. Caetano é mais novinho e entrou para a família por acaso, após seguir Bia em um dia de passeio. Mimados, porém comportados, eles se adaptaram muito bem às rotinas e regras da nova casa.

Ei, essa história ainda tem muito o que contar! Clique no ‘Continua’ para conferir o Capítulo 2, conhecer a cozinha rosa da Bia e descobrir outros cantinhos lindos.

Continua-final

Fotos por Alessandro Guimarães

In the apartment of Beatriz Daidone, jewelry designer, and Paulo Cezar Castello Branco Filho, entrepreneur, the small details can make all the difference. Surfaces and textiles in pink tones, golden faucets, and charming objects do not deny Bia’s touch in every decoration choice. Married since last September, the dwellers suddenly realized that their roomy apartment, originally acquired as an investment, could become their dream home after undergoing some specific upgrades.

Back when the construction company finished the apartment, Paulo changed very few things in order to rent it out for a while without spending much: the three compact suites remained unchanged, as well as the eating area and the gourmet veranda, both full of walls and partitions. However, when it came time for them to move in themselves, a huge renovation took place. “We hadn’t hired an architect or a decorator, but instead we found an excellent engineer and we had my mom. Her help was essential; she loves construction projects. She was the one who designed the floor plan, and she led the renovation,” as Bia remembers.

02-decoracao-macaneta-cristal-dourado

03-decoracao-varanda-integrada-sofa-cinza-rosa

04-decoracao-poltrona-rosa-verde

05-decoracao-varanda-sofa-pufe-cinza
07-decoracao-livros-luminaria-madeira

Before defining the floor plan and functions of each room, the owners only knew one thing for sure: they wanted a casual and comfy place, where they could receive family and friends in comfort. The first step to achieve this goal was to remove certain walls and replace others in order to resize spaces. Unlike most Brazilian renovations, the kitchen got smaller, granting more space to the living room: the old eating area and the veranda are now integrated. Being too small for a couple who never turns down a barbecue, the original grill was replaced by a larger model and a supporting marble countertop was built beside it.

A confessed Pinterest addict, Bia had numerous decorating references saved in her virtual folders, so it was easy to pick out a style and turn those ideas into reality. Moreover, her sister, Juliana Daidone, who lives nearby, is the founder of a Brazilian decoration store, proving that creativity is a family gift. Valéria Rodrigues, their mother, also taught them the importance of growing plants. “I grew up watching my mom spend hours tending the garden. She gave me the big potted Anthurium in the living room. That plant used to belong to my uncle, who gave it to her, and today here it is—more than 20 years later!”

08-decoracao-sala-jantar-espelho-parede-rosa

09-decoracao-sala-jantar-espelho-cadeira-rosa

10-decoracao-sala-jantar-espelho-buffet-cinza

11-decoracao-sala-aparador-branco-marcenaria

12-decoracao-plantas-cacto-selvvva

13-decoracao-quadros-enfeites-detalhes

14-decoracao-sala-aparador-marcenaria-palhinha-bar

15-decoracao-parede-enfeite-dourado-cavalo

16-decoracao-bar-copos-aparador-dourado

All the objects in the apartment are cherished by the couple ‒ from the largest furniture to the small relics over the sideboard, but a few of them are even more special. The first is the entry door handle, developed by Bia using a calcite stone wrapped in a strip of plated brass. This unique piece represents a remarkable discovery for her: her work as a jeweler could also be used in decoration.

An extra feature is the game table, original from the 50s, with upholstered chairs that belong to the same set. These pieces of furniture used to be in her mother’s apartment in Guarujá – a seaside town in São Paulo state –, but she liked them so much that she asked for them as a wedding gift. Another very unusual object is the giant penguin from Paulo; he discovered it in the window display of a store – the item wasn’t even for sale, but the couple found a way to contact the display artist and buy the penguin.

17-decoracao-mesa-jogos-piso-cimento-plantas

01-decoracao-sala-integrada-azul-branco

18-decoracao-poltrona-couro-espelho-redondo

19-decoracao-varanda-integrada-churrasqueira-plantas

20-decoracao-mesas-laterais-coloridas-dourado

21-decoracao-varanda-churrasqueira-plantas

22-decoracao-varanda-churrasqueira-plantas

The other two tenants are José and Caetano, the dogs. Zé, as he is known by friends, is thirteen years old and has shared many phases in the life of the designer – from school days to marriage. Caetano is younger and entered the couple’s life by chance, after following Bia while she was out walking. Spoiled, but well-behaved, they have adapted very well to the routine and rules of the new house.

Pictures by Alessandro Guimarães

Deixe seu comentário 8 Comentários

  1. Adorei como a moradora não teve medo de usar o dourado. Realmente tem que ter coragem e arriscar. 🙂

    Responder
  2. Arte, bossa, beleza, harmonia …
    Substantivos com ares de adjetivo, q me vieram à mente quando vi as fotos deste apartamento ! Como designer de joias ela certamente abusou do seu dom, para fazer do seu apartamento, com perdão do trocadilho, sua joia de morar !! Detalhes primorosos para serem curtidos a dois ou com seus amigos !! AMEI !!
    Parabéns ao jovem casal !!
    ELISA

    Responder
  3. Comecei a seguir a Bia no Instagram só pra acompanhar a reforma do apt. Adorei ver esse post aqui e aproveito pra fazer uma pergunta: de onde é essa poltrona deusa de concha?

    Responder
    • Oi Tuanny, que legal!
      Sabia que foi pelo instagram da Bia que descobrimos o quanto o apê estava ficando lindo? Aí logo a convidamos para sair aqui no site. Vou checar com ela de onde é a poltrona e te aviso por aqui, tá?
      Beijos

      Responder
    • Oi de novo!
      A poltrona de concha é da SaLA Design, marca da irmã da Bia, a Ju Daidone. Infelizmente era peça única, então a loja não vende mais. Mas eles têm outras peças lindas de decoração, vale a visita: http://lojasaladesign.com.br/
      Beijos!

      Responder
  4. Olá, vocês sabem se esse chão é cimento queimado? Vocês tem informação de onde e com quem foi feito o chão?
    Amo cimento queimado e queria muito fazer em meu apartamento, mas sempre me dizem que pode ser um problemão. Esse aí, se for cimento queimado mesmo, ficou lindo!!!!

    Responder
    • Oi Karol, tudo bom?
      Na verdade esse piso é de cimento polimérico, que é um pouco mais resistente que o cimento queimado, mas garante um efeito similar. Da última vez que pesquisamos, descobrimos duas empresas que oferecem o serviço: Dalle Piagge e Ladrilar. Dá uma checada se eles ainda fornecem esse material e se incluem a instalação.
      Boa sorte! Beijos,

      Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Histórias

Tags