Vista para o mar | Capítulo 1

As delícias de uma casa de praia em Ilhabela

Para comemorar uma das estações mais aguardadas do ano, começamos 2017 com uma série especial mostrando casas de praia. Leves, descontraídos e com estilos diferentes, esses espaços certamente serão um sopro de inspiração! Bem-vindos às ‘Histórias de Verão’.

O mar de Ilhabela sempre será uma cena de tirar o fôlego, não importa quantas vezes você o tenha visto. Que o diga a arquiteta Joana Corbett, frequentadora assídua da ilha desde que nasceu. “Meu pai visita Ilhabela desde 1980, quando começou a participar de regatas. Ele tinha amigos e parentes que também frequentavam a cidade, e isso contribuiu para que comprasse uma casa de praia na região”, ela explica. Nesses mais de 30 anos a família mudou algumas vezes de bairro até encontrar o terreno dos sonhos: um espaço de 1.000 m² com mata exuberante e uma vista deslumbrante para o canal de São Sebastião.

A ideia inicial de Joana e seu pai, o publicitário Julio Cezar Xavier da Silveira, era procurar um imóvel já construído, porém após calcular os custos de uma possível reforma, eles preferiram buscar um bom terreno e erguer algo do zero. Por coincidência, nessa mesma época Joana estava concluindo a faculdade de arquitetura, então naturalmente o projeto da nova casa foi feito por ela – seu primeiro projeto oficial. Por conta do local acidentado, a obra trouxe vários desafios: “A maior dificuldade foi resolver a volumetria para que a construção não ficasse muito alta e agressiva na paisagem, respeitando ao máximo a topografia natural”, a arquiteta diz.

01-decoracao-arquitetura-casa-de-praia-de-madeira

02-decoracao-arquitetura-casa-de-praia-vigas-madeira-moveis-rusticos

03-decoracao-casa-de-praia-tropical-ilhabela

04-decoracao-casa-de-praia-sala-estar-moveis-madeira

05-decoracao-casa-de-praia-sala-estar-moveis-madeira

06-decoracao-casa-de-praia-sala-estar-moveis-madeira

07-decoracao-casa-de-praia-sala-estar-moveis-madeira

A obra durou cerca de um ano, sendo que a fase mais demorada foi a fundação – antes de a construção começar, Joana descobriu no terreno uma grande rocha que abrangia todo o morro. “Ela serviu como uma laje natural pronta para receber a casa. As fundações foram escavadas na própria pedra manualmente e os pedaços retirados foram utilizados para compor muros”, ela conta. Como a rocha possuía um formato irregular, parte dela foi incorporada à arquitetura da sala e do lavabo, trazendo a natureza para dentro da casa.

A família sempre teve um carinho especial por peças coloniais, objetos rústicos e arte popular brasileira, por isso a decoração de cada ambiente reflete bem essa mistura. Muitos móveis foram trazidos do antigo endereço na ilha, pois acompanham os moradores há anos e carregam inúmeras memórias, então não poderiam ser deixados para trás – um deles é a cadeira parteira na sala, que hoje serve para os momentos de leitura ou um cochilo rápido no fim de tarde. Nos degraus da escada de madeira, outra surpresa: uma coleção de itens artesanais garimpados em viagens pelo Brasil ou adquiridos de artistas locais.

08-decoracao-casa-de-praia-sala-estar-moveis-madeira

09-decoracao-casa-de-praia-sala-estar-pedra-arquitetura

10-decoracao-casa-de-praia-sala-estar-moveis-madeira

11-decoracao-casa-de-praia-sala-estar-moveis-madeira

12-decoracao-casa-de-praia-arquitetura-pedra-estrutura-madeira

13-decoracao-casa-de-praia-arquitetura-colecao-artesanato

Totalmente aberta para a sala e para a grande varanda no mesmo andar, a cozinha representa uma boa mudança para a família, que nunca havia tido cômodos tão integrados. “O principal desejo do meu pai era uma casa de praia gostosa de ficar. Na minha opinião, uma casa assim deve ser iluminada, refrescante e também agregar as pessoas, as unindo em momentos gostosos do dia a dia, como cozinhar”, Joana diz. O espaço, que assumiu o posto de ponto de encontro, conta com uma grande bancada central – apoiada sobre parte da rocha – e armários de madeira que ajudam a trazer aconchego.

Cheio de atrativos, o refúgio sobre o mar proporciona pequenos prazeres de verão. “Acredito que a casa tenha lugares especiais para momentos especiais também: deitar na rede em uma tarde chuvosa com o barulho da água caindo nas plantas; a piscina cheia de amigos; o sofá para um belo cochilo; cozinhar a dois ou em grupo; tomar café da manhã na varanda; colher temperos no jardim e por aí vai”.

14-decoracao-casa-de-praia-arquitetura-cozinha-integrada

16-decoracao-casa-de-praia-arquitetura-quadro-mar

17-decoracao-casa-de-praia-arquitetura-escada-madeira

18-decoracao-casa-de-praia-arquitetura-escada-madeira

15-decoracao-casa-de-praia-arquitetura-cozinha-integrada

Onde encontrar

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

Continua-final

Fotos por Alessandro Guimarães

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Histórias

Tags