A beleza do simples | Capítulo 1

Apartamento decorado com boas soluções e ideias de faça você mesmo

Uma casa e todas as memórias que ela guarda não podem ser resumidas de uma vez só, então por aqui fazemos diferente. Ao invés de concentrar todos os detalhes e fotos em uma única matéria, criamos pequenos capítulos para que você possa curtir essa visita durante vários dias. É só acompanhar a ordem pelo título dos posts e apreciar o passeio sem se preocupar com o relógio.

Quando nos mudamos para uma nova casa é natural sentir vontade de mexer um pouco nos espaços para deixá-los com a nossa cara, o problema é que nem sempre a verba disponível permite alterações mirabolantes ou grandes reformas. Foi com essa realidade que o arquiteto Lucas Miilher se deparou quando decidiu morar sozinho em um apartamento antigo na Consolação. O apê estava bem conservado, o que já é uma vantagem e tanto, mas ainda assim Lucas quis mudar alguns detalhes na decoração – e para conseguir fazer isso ele recorreu a soluções práticas que não pesassem no bolso.

As primeiras coisas que fiz foram pintar as paredes e trocar a iluminação da sala. Acho que são alterações que dão uma base na casa, trazendo uma identidade, e a partir daí fica mais fácil acrescentar peças com o tempo. Todas as outras mudanças no apê foram feitas ao longo dos 3 anos em que moro aqui”, Lucas diz. Com caixilhos originais e aberturas generosas, as janelas permitem que os ambientes recebam bastante luz natural, por isso o arquiteto não teve receio de pintar todas as paredes da sala de cinza clarinho e de escolher um tom mais escuro para a área atrás da televisão.

Em busca de ideias baratas inclusive na hora de definir o mobiliário, Lucas colocou a mão na massa com alguns projetos de faça você mesmo. “Sempre curti fazer coisas manuais e como meu orçamento não era tão alto fui aos poucos procurando essas soluções para dar vida ao apartamento. A estante da TV eu mesmo montei e é bem fácil de fazer comprando a estrutura de trilhos e as tábuas em lojas de construção”, ele explica. Para incrementar essa parede que no fim das contas acabou se tornando um dos principais destaques da sala, o morador decorou as prateleiras com plantas pendentes, uma coleção de garrafas em tons de verde, muitos livros e objetos pelos quais ele tem um carinho especial, como o retrato do casamento de sua mãe e um carrinho que era de sua avó.

O restante dos móveis reflete o olhar ‘garimpeiro’ de Lucas, completando a decoração pé no chão. O banco usado na mesa de jantar, por exemplo, traz marcas de tinta de uma obra e foi encontrado meio perdido na garagem do prédio. “Como ele tem um clima mais despojado, acabou se integrando bem com esse espaço, que lembra um pouco uma área externa”. Outro achado foi o sofá vintage, comprado em um leilão junto com duas poltronas – a intenção do arquiteto é reestofar o móvel em breve para mudar a cara da sala de novo. “Algumas peças de família eram algo que eu almejava, então quando fui morar sozinho fiz um apanhado com os parentes para consegui-las. A roca de madeira era da minha avó, que fazia tear de algodão”, ele conta.

As plantas são outro recurso usado pelo morador para deixar o apê com cara de casa, mas além do fator decorativo elas também evocam lembranças boas e são uma forma de deixar os ambientes mais vivos. “Meus pais adoram planta e minha infância foi um pouco no meio do mato, então acho que isso sempre esteve no meu subconsciente. Quando mudei e a casa já estava tomando forma, vi que faltava algo que daria mais graça ao apartamento, então aos poucos elas foram tomando conta e achando seus cantinhos. Planta é algo maravilhoso de se ter, pois elas interagem com você e demandam tempo e cuidado, é quase como morar com alguém”.

Com ideias descomplicadas Lucas conquistou o clima acolhedor que tanto queria em seu lar: uma sala integrada com várias funções, uma área de jantar que mais parece uma varanda, espaço para expor quadros e objetos especiais e de quebra uma vista linda para a cidade. * Quer conhecer o restante do apê? Clique no ‘Continua’ e leia o Capítulo 2 completo!

Onde encontrar

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

Fotos por Gisele Rampazzo

Deixe seu comentário 4 Comentários

  1. Menino de ouro!

    Responder
  2. MERECE UMA POP’S!!!!!!!!!!

    Responder
  3. Sou apaixonada pelo site de vocês! Tudo lindo e bem brasileiro! Acho que já vi quase todas as histórias, mas ainda não vi a qual pertence a foto principal, com sofá marrom e rede branca, achei-a linda, e gostaria de ver a casa inteira. Qual seria?

    Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Histórias

Tags