Em plena sintonia | Capítulo 2

Leve e acolhedor, esse apartamento traduz o olhar de um casal de arquitetos

Pedro e Giovanna se encontraram na arquitetura. Foi por conta da paixão pelo tema que eles se conheceram, e também por ela que decidiram trabalhar juntos quando se casaram. Assim nasceu o GiPE Studio, focado no desenvolvimento de projetos e objetos do cotidiano. “O design veio para complementar os nossos projetos de arquitetura. Muitas vezes aproveitamos a oportunidade de precisar de algum móvel ou peça específica para produzir algo novo”. Naturalmente, o principal fruto desse feliz encontro é o apartamento do casal, onde eles puderam deixar a criatividade correr solta. * Não quer perder nenhum trecho da história? Então veja primeiro o Capítulo 1. 

Totalmente aberta para a sala, a cozinha compacta é um dos espaços mais charmosos do apê. Atentos à união entre funcionalidade e estética, os moradores criaram móveis abertos para o cômodo, como prateleiras suspensas de chapa metálica e um nicho estreito sob a bancada – as louças e utensílios expostos estão sempre organizados para facilitar o dia a dia. Na parede dos fundos, Pedro e Giovanna concentraram diversas funções: pia, fogão, forno e dois frigobares que substituem a geladeira convencional. Outro truque visual inventado por eles é a cortina rolô azul que esconde a área de serviço de forma simples.

Tábua marchetada da Galeria Nacional sobre a bancada

Quando as portas do quarto se abrem, a primeira coisa que chama a atenção é o home office, cuja marcenaria também foi desenhada pelos moradores. Normalmente eles trabalham em um ateliê nos fundos da Simultânea, loja da mãe de Pedro onde as peças do casal são vendidas, porém quando precisam se concentrar nos projetos de arquitetura o escritório em casa acaba ajudando bastante. “Aqui temos tudo o que precisamos. A estante com nossos livros, uma bancada generosa com espaço para os computadores e para desenhar, um painel de chapa metálica com nossas referências…”, eles falam.

A madeira clarinha, o piso neutro e os tons de azul da decoração fazem com que o quarto remeta ao clima descomplicado das casas de praia. Para solucionar a questão dos armários de forma leve, Pedro e Giovanna criaram um guarda-roupa composto por módulos estruturais suspensos do piso e soltos do teto, então não pesam no visual. Além disso, as portas ripadas camuflam as emendas e o resultado final é um armário que mais parece um painel decorativo. Emoldurados tais quais os pôsteres e gravuras de Oscar Niemeyer, Le Corbusier e Alexander Calder, os desenhos divertidos dos sobrinhos do casal ganham ares de obra de arte (um deles está na moldura vermelha do quarto, por exemplo).

Pedro vem de uma família com forte ligação com a arte – seu avô era marchand, seu pai é arquiteto e sua mãe é estilista – e cresceu em casas assinadas por importantes arquitetos, como Paulo Mendes da Rocha, então era natural que ele seguisse esse caminho. Giovanna também teve influência de seus pais, que apesar de não trabalharem no meio criativo, sempre gostaram do tema e a incentivaram a se aventurar na área.

Ao vermos o apartamento do casal, projetado de forma tão inteligente e ao mesmo tempo poética, fica claro que os dois realmente nasceram para isso. E entre tantos detalhes pensados com carinho e tantas histórias que ainda virão, fica o principal: “A nossa casa é o lugar onde somos felizes”. Simples assim!

Onde encontrar

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

Fotos por Gisele Rampazzo

Deixe seu comentário 9 Comentários

  1. Adorei a materia, mas não foi mencionado de quem são os desenhos emoldurados na parede?

    Responder
    • Oi Gisele, tudo bom?
      A casa é composta por desenhos, pôsteres e gravuras de Oscar Niemeyer, Paulo Mendes da Rocha, Le Corbusier, Alexander Calder, Aguilar Vigyan e etc.
      Que legal que gostou! Beijos

      Responder
  2. Nossa !!! Minha exclamação quando vi essas fotos !!! Adorei a casa, os detalhes, me encantei pela cozinha !!

    Responder
  3. Uma graça!

    Responder
  4. Gostei muito no ar meio náutico que tem esse ap. Bem leve! Uma graça!

    Responder
  5. Amei o projeto e os detalhes do apto. Vcs sabem de onde são as cadeiras tolix azul escuro meio bic? Obrigada!

    Responder
    • Oi Mayara, tudo bom?
      Nós piramos com esse apto, é muito a nossa cara! rs.
      Esse modelo de Tolix é mais raro de encontrar, mas achamos num tom de azul similar na Americanas. Dá uma olhada: http://bit.ly/2ge9GsN
      Beijos

      Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Histórias

Tags