Tempo de calma | 4 boas ideias

Muito branco e texturas acolhedoras criam a atmosfera tranquila desse apê

Não é todo mundo que conseguiria viver em uma casa toda branquinha, mas para Mariana Kraemer a ausência de cor traz tranquilidade. Ao contrário do que muitos pensam quando imaginam uma decoração predominantemente branca, o apartamento da designer não é nem um pouco frio ou impessoal – com texturas, tecidos e muitas obras de arte ela conseguiu trazer personalidade aos ambientes e uma sensação de acolhimento. Para completar, seu apê fica no térreo e tem acesso quase privado ao jardim do prédio, algo raro de encontrar em São Paulo. Inspirada pela arquitetura original do imóvel e pelo acervo de peças dela e do marido, Mari recheou o apartamento com boas ideias. Veja algumas delas!

Confira AQUI os links para o Capítulo 1 e o Capítulo 2 dessa história.

1. Tapete para se esparramar: Mari nasceu e cresceu no Sul do país, então desde pequena está acostumada a encontrar pelegos nas casas dos avós, tios e amigos. Quando ela estava procurando um tapete para usar na sala do apê, essa memória acabou falando mais alto, por isso escolheu um modelo com pelo longo para que todos possam se esparramar no chão sem cerimônia. “Sabia que usaríamos muito com o bebê, oferecendo o chão como um espaço íntimo e acolhedor de nós três”, explica.

2. Longas cortinas dividindo ambientes: Para tirar proveito do pé-direito alto e ainda criar uma divisória delicada que trouxesse privacidade ao quarto, Mari usou longas cortinas de linho transparente emoldurando a passagem no corredor. A ideia é delicada e traz um efeito poético ao espaço. Assim como no restante do apartamento, o branco domina a cena.

3. Luminária japonesa no quarto: Com poucos elementos e cores, o quarto do casal corria o risco de se tornar um ambiente neutro demais, porém a moradora incrementou a decoração com uma grande luminária japonesa que faz um jogo com as proporções do cômodo e da cama. Além disso, a luminosidade filtrada pela cúpula de papel é mais agradável durante a noite.

4. Bancada de apoio dobrável na cozinha: Essa ideia já existia no apê antes da mudança do casal, porém é bastante utilizada no dia a dia da família. A bancadinha de apoio ao lado da mesa de refeições na cozinha pode ser dobrada – para quando os moradores precisam de mais espaço de circulação – ou pode ficar aberta – para quando eles precisam de uma superfície extra para os pratos servidos ou os itens mais usados no cotidiano.

Fotos por Alessandro Guimarães

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Histórias, 4 Boas ideias

Tags