Lugar de aconchego | 4 boas ideias

Uma decoração despretensiosa e cheia de história em um apartamento alugado

Não é fácil encontrar o apartamento ideal. Um espaço que tenha luz natural, piso de madeira, ambientes funcionais e de bom tamanho… Maria Eugênia e Thomas tiveram sorte ao cruzar com um imóvel para alugar que atendesse a muitos de seus pré-requisitos, mas eles também deram uma ajudinha para deixar o lugar ainda mais especial. O primeiro passo foi a pequena reforma concentrada na área da cozinha, depois vieram os móveis e objetos do casal. Eles, sim, foram preenchendo cada canto com a essência dos moradores: fotos penduradas no mural, uma vasta coleção de livros, pôsteres comprados em feiras, peças bem rústicas de madeira… tudo isso exposto com muito carinho e sem muita neura. Gostou do clima do apê e quer se inspirar com algumas ideias? Então vamos lá:

1. Jardim verticalizado: Quem tem varanda estreita não precisa se privar das plantas. O apê do casal prova que é possível, sim, otimizar um espaço desse porte. Usando uma estrutura de madeira simples que lembra um estrado de cama, Maria Eugênia e Thomas criaram um suporte vertical para vasos. Basta parafusar a estrutura na parede e depois encaixar os vasinhos com ganchos ou prendê-los com arames e você tem um jardim vertical.

2. Caixotes pela casa: Baratos e fáceis de encontrar por aí, os caixotes de madeira são bons aliados de quem quer montar uma decoração bacana sem gastar tanto. Os moradores usaram esse recurso em vários pontos do apê – como apoio para plantas na varanda, como nicho para temperos na cozinha, como mesinha no lavabo, para guardar discos… que tal aderir à ideia também?

3. Móveis abertos na cozinha: Para decorar esse cômodo, o casal seguiu duas lógicas. Primeiro eles queriam um espaço que tivesse clima de fazenda e fosse menos formal. Depois pensaram em alguma solução de baixo custo que valesse a pena em um apartamento alugado. O resultado? Eles acabaram usando móveis abertos na cozinha ao invés de armários convencionais de marcenaria, que teriam sido menos charmosos e mais caros.

4. Quebra-quebra contido: Quase todo mundo tem medo de reformar um imóvel alugado, pois nem sempre os proprietários topam as mudanças. No caso de Maria Eugênia e Thomas, eles se comprometeram a deixar o apê da forma como o encontraram. Ou seja, sem parede de tijolinho na cozinha e sem passa-prato na sala de jantar. Como eles pretendem ficar no endereço por alguns anos, para eles a obra compensou. Caso realmente precisem reverter as alterações, basta cobrir novamente os tijolos com massa e tinta e fechar o vão aberto na parede.

Fotos por Isadora Fabian, do Registro de Dia a Dia

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


COMENTÁRIOS # 1

  1. Gostei muito do jeito descontraído. Todos os cômodos são arejados e podem ser usados de verdade. Cada pedacinho é pensando em acolher bem e sentir-se em casa. Tudo dentro de simplicidade. Ah sem falar nas plantas que dão um toque a mais nos ambientes.

    Responder

NOS VEMOS NO INSTAGRAM
@historiasdecasa

[instagram-feed]