Misturas inusitadas | Capítulo 2

Decoração com peças vintage e muito bom humor em Portugal

Viver em Portugal pode ser uma delícia – ainda mais quando seu apartamento tem muita personalidade e a vizinha de cima é uma de suas melhores amigas. Para a designer portuguesa Célia Esteves, criadora da marca de tapetes GUR, seu país natal é uma terra cheia de encantos. “Cresci em Viana do Castelo, que é uma cidadezinha ao norte perfeita para uma criança crescer. Depois mudei-me para o Porto para estudar e estou aqui há 20 anos. Gosto imenso de viajar e de voltar, gosto da sensação de me sentir em casa em cidades relativamente pequenas, onde se tem bastante qualidade de vida e oferta cultural. Hoje vivo no mesmo bairro que a maior parte dos meus amigos e posso andar a pé com o meu cão para quase todo o lado. Além disso, amo o mar, era incapaz de viver longe dele”, diz.

Ao se mudar para o apê, a designer procurou resgatar elementos da arquitetura que haviam sido alterados em reformas prévias, para assim tornar a casa mais confortável, bonita e agradável. Na cozinha, o piso flutuante instalado por antigos moradores era praticamente um pecado arquitetônico: ele escondia os ladrilhos hidráulicos originais da construção. “No dia em que recebi as chaves do apartamento, fui jantar na casa da minha amiga no terceiro andar e descemos à noite apenas com a luz do celular para ver se por baixo do piso flutuante ainda estavam os azulejos hidráulicos originais. Começamos levantando uma única tábua e quando nos demos conta tínhamos levantado o piso todo. O azulejo ainda estava lá! A cozinha ficou logo diferente e muito mais bonita”, ela lembra.

Célia adora cozinhar para os amigos, mas confessa que não se esforça tanto quando está sozinha. Às vezes ela busca em receitas tradicionais portuguesas, como o rancho ou um polvo assado, uma memória afetiva. “Gosto muito de receber convidados não só para jantar, mas também para ficarem a dormir, e a casa é ótima para isso, porque além do meu quarto tenho mais dois de hóspedes”, explica. Na decoração da cozinha, a geladeira com diversas fotografias e plantas reflete mais um pouco do estilo da moradora, com lembranças sempre à vista.

Nem mesmo o banheiro passa despercebido no apartamento da designer. Além dos acabamentos originais e da janela com moldura de madeira pintada de branco, o espaço foi decorado pela moradora com elementos incomuns, como uma grande tela colorida, muitas plantas e um armário de metal estilo vestiário para guardar itens do dia a dia. Mal parece um banheiro.

Para Célia, ter uma casa com personalidade não é um grande segredo. Ela gosta de cada pequeno detalhe trazido para dentro do apartamento, então nada está ali por acaso. “Acho que o lar tem de refletir a personalidade de cada um, e o que é conforto para essa pessoa. Se te sentes bem nesse espaço, é porque te sentes em casa”.

Fotos por Alessandro Guimarães

Onde Encontrar

Peças inspiradas nesse história

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


COMENTÁRIOS # 1

  1. Delicioso apto ! Sente-se a alma da pessoa ❣

    Responder

NOS VEMOS NO INSTAGRAM
@historiasdecasa