Leveza carioca | Capítulo 2

Apê integrado com decoração descontraída inspirada no Rio de Janeiro

A cenógrafa e desenhista industrial Claudia Imperial e o executivo de internet Vicente Rezende, ambos cariocas, moram em um apartamento colorido e despojado em São Paulo, comprado dois anos atrás. Apesar de o endereço ser relativamente novo, os espaços estão carregados de memórias e histórias, como se o casal vivesse ali há muito mais tempo. Através da decoração, a personalidade de um se encontra com o estilo do outro, compondo um lar cheio de encantos. Para não perder nenhum detalhe, leia primeiro o Capítulo 1.

Antes de encontrar esse apê, que já havia sido reformado anteriormente e possuía ambientes bem integrados na área de estar, Claudia nunca imaginou que gostaria de ter uma cozinha aberta, porém hoje ela recomenda essa solução a todos. O cômodo, amplo e iluminado, ganhou uma distribuição interessante bolada pela própria moradora: “Para mim foi um prazer tocar a obra. Eu sentava com as medidas na mão, um papel e uma caneta e as ideias vinham. Pensar em como deixar os eletrodomésticos à mostra foi uma grande novidade.”, relembra.

Durante o quebra-quebra os acabamentos e armários antigos saíram de cena, dando lugar a elementos criados pela cenógrafa, como os gabinetes revestidos de madeira ou a bancada da ilha central, com gavetas e puxadores descombinados. O piso de ladrilhos com estampa divertida também é mérito de Claudia, já que o desenho das peças leva sua assinatura. Para complementar o espaço de armazenamento, o casal reaproveitou um móvel mineiro herdado da família de Vicente como cristaleira. A posição do lavabo original, cuja porta se abria para o centro da cozinha, não agradava a moradora, então o pequeno ambiente foi readaptado com prateleiras do piso ao teto e se transformou em uma despensa camuflada.

20-decoracao-cozinha-integrada-madeira-ladrilho

22-decoracao-cozinha-azulejo-branco-armario

23-decoracao-cozinha-rolha-madeira-temperos

24-decoracao-cozinha-design-luminaria-rodrigo-khuri

25-decoracao-mesa-jantar-rustica-madeira-flores

26-decoracao-bancada-cozinha-enfeite-boneco

27-decoracao-cozinha-estampa-ladrilho-hidraulico

Apesar de sempre levar em conta a praticidade, Claudia aproveitou que estava montando sua casa do zero para trazer bom-humor à rotina. O revestimento escolhido para a área de serviço, por exemplo, também foi ladrilho hidráulico, porém dessa vez ele aparece em um azul claro que remete ao tom exato do sabão em pó. Já o novo lavabo, criado no lugar do banheiro de empregada, tem gabinete com ar antiguinho e uma planta trepadeira que aos poucos ocupa boa parte da parede. O corredor da entrada de serviço, que normalmente passaria batido, virou uma espécie de galeria, com muitos quadros, desenhos dos afilhados emoldurados e suporte para a bicicleta de Vicente: “Essa passagem poderia ser um corredor qualquer, bobo e feio, mas nós não deixamos.”, brinca a moradora.

28-decoracao-cozinha-area-servico-ladrilhos

29-decoracao-cozinha-colorida-marcenaria

30-decoracao-arranjo-suculentas-vasos

31-decoracao-corredor-galeria-ladrilho-quadros

32-decoracao-lavabo-azulejo-branco-planta

Com poucas paredes e muita luz natural, o dormitório do casal também guarda suas surpresas, como uma banheira de hidromassagem em frente à cama que já estava instalada quando eles adquiriram o imóvel. A cabeceira, feita de alvenaria pintada de branco e equipada com duas arandelas, delimita o espaço do closet, ao fundo. Por ser um ambiente totalmente voltado ao descanso, o quarto não tem muitos elementos e cores: “Esse canto do apê é um mundo à parte, onde passamos horas lendo um livro ou descansando na banheira. Ele é aconchegante a qualquer hora do dia e transborda um silêncio que não tem preço.”, revela Claudia.

33-decoracao-quarto-estante-integrado

34-decoracao-quarto-portas-correr

35-decoracao-quarto-cama-branco-colcha

36-decoracao-quarto-cama-branco-colcha

Animados, Claudia e Vicente nunca dispensam um encontro com os amigos ou um jantarzinho descontraído – aliás, a moradora confessa que sempre inventa motivo pra dar festa e reunir gente querida debaixo de seu teto. Talvez isso faça parte do DNA carioca do casal, ou quem sabe é o apartamento que desperta essa vontade de receber, mas uma coisa é certa: todos são bem-vindos por aqui. E quando bate aquela saudade do mar, os dois correm para a varanda espiar o verde ou tratam de ir para o Rio de Janeiro em busca do sol: “Viajamos muito e trazemos o que mais gostamos para decorar nossa vida. Assim lembramos o quanto ela é mutável.”.

fim-final

Fotos por Alessandro Guimarães

Deixe seu comentário 3 Comentários

  1. Meu Deus, que casa mais linda!!!! Fiquei emocionada com tantos detalhes únicos e harmônicos entre si. Parabéns ao casal. De uma leveza ímpar. Beijos

    Responder
    • Oi Leandra!
      Nós também gostamos muito do clima desse apê. É realmente a cara dos moradores, bem pra cima! 🙂

      Responder
  2. Tão cheia de detalhes… amo!

    Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Histórias, Onde Encontrar

Tags