Aconchego garantido | Capítulo 2

Uma casa onde a paixão pela madeira fala mais alto

Há exatamente um ano, a designer de móveis Elisa Bracher Meirelles e seu marido estreavam sua casa nova com muita alegria. Depois de enfrentar uma grande reforma com surpresas e reviravoltas, tudo o que o casal queria era se mudar e começar a viver cada espaço. Segundo ela, um lar não se torna aconchegante de uma hora para a outra, é preciso paciência. “Quando mudamos, os ambientes ficaram com várias caixas e depois ‘em transformação’ por um bom tempo. Eu não queria me mudar para uma casa toda pronta e sim montá-la aos poucos. Por melhor que seja um decorador ou arquiteto, tem uma parte que só quem mora na casa pode fazer”, revela. * Para acompanhar a história desde o começo, veja o Capítulo 1.

Os principais ambientes da casa são aqueles que promovem um convívio maior: a sala é ligada à sala de jantar, que se abre para a cozinha e para a área externa com churrasqueira. “Sempre usamos esses espaços e cozinhar é algo que fazemos juntos, mesmo quando recebemos amigos. Por isso um balcão grande e confortável para acomodá-los e muitos banquinhos ao redor da churrasqueira”. A luz natural deixa tudo ainda mais acolhedor e também ajuda a destacar os pequenos objetos que a moradora usa na decoração.

O casal faz de tudo para aproveitar o lado de fora da casa sempre que possível – não só nos finais de semana, mas também durante o almoço, em noites de verão, nos churrascos com a turma… por isso era muito importante que essa área fosse bem agradável e funcional. “Meu marido sempre fala, e eu concordo 100% com ele, que o melhor investimento da nossa obra foi com o paisagismo, feito pelo Rodrigo Oliveira. Com a presença das plantas os espaços mudaram completamente, ficamos impressionados”, Elisa conta.

Elisa sempre gostou muito de madeira e esse amor vem de família. Sua avó fundou a Marcenaria da Fazenda há mais de 20 anos e ela até hoje guarda lembranças da casa em que cresceu, cheia de peças de madeira e com um jardim enorme. “As duas coisas se completam para mim, a madeira e as plantas – são os elementos mais presentes aqui. Esse material tem vida, tem veios.  Eu acho lindo”. Não à toa, a designer criou o Estúdio Cipó, marca focada em móveis e objetos de decoração, ao lado da arquiteta Fernanda Angelo.

Um dos frutos da marca é a estante de madeira usada no quarto do casal. Com diversos nichos repletos de livros e objetos coloridos, o móvel expõe memórias, itens trazidos de viagem e fotografias. Como a moradora precisava de um espaço para trabalhar, ela instalou uma mesa de trabalho discreta em uma das laterais da cama e criou um painel que camufla a entrada para o closet. Boas histórias trazem um clima acolhedor ao ambiente: “A cadeira assinada por Aristeu Pires foi presente de casamento do meu avô e amo. Assim como os quadros sobre a cama, feitos por minhas primas como presente de casamento também”, Elisa lembra.

Elisa acredita que a história de uma casa vai se formando junto com a história de vida de seus moradores, por isso não é preciso ter pressa para deixar tudo pronto de uma só vez. “Eu quis montar os detalhes já morando aqui, porque você não consegue antever exatamente como vai ser viver em um lugar. O lar vai se formando conforme vai se vivendo e assim fomos montando. De repente a casa estava mais com a nossa cara, cheia de plantas e até com um cachorro! Lar, doce Lar”.

Onde encontrar

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

Fotos por Gisele Rampazzo

Deixe seu comentário 11 Comentários

  1. Uma das casas mais lindas que já apareceram por aqui. Encantada!

    Responder
  2. linda casa <3

    vocês sabem de onde é o criado mudo?

    Responder
  3. Olá, pessoal, sabem dizer se a mesma empresa de marcenaria executou todos os móveis feitos de marcenaria? Estão incríveis!

    Responder
    • Oi Fernanda, tudo bom?
      São duas empresas diferentes, mas da mesma família, rs. Quem fez os móveis embutidos, tipo portas do closet, por exemplo, foi a Marcenaria da Fazenda: http://www.marcenariadafazenda.com.br/. E as peças menores, móveis e acessórios de madeira, são da marca da moradora, a Estúdio Cipó. http://www.marcenariadafazenda.com.br/ (essa estante do quarto, por exemplo, foi feita com nichos da Cipó). Beijos

      Responder
      • Obrigada!
        Outro dia amei uma casa e disse que ela havia sido a melhor de todos os tempos… essa casa agora já se tornou minha favorita… vcs estão sempre superando as expectativas, parabéns pelo trabalho! sou viciada no blog!

        Responder
        • Ownnn, que máximo Fernanda!!! Que orgulho ler isso, muito obrigada, ficamos super felizes com esse reconhecimento.
          PS: também amamos essa casa, rs. Beijão

          Responder
  4. Esse banco vermelho é de onde? Eu sou apaixonada por todas as casas desse site. Todas. todas.

    Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Histórias

Tags