Estilos cruzados | Capítulo 1

O industrial, o escandinavo e o vintage se encontram nesse apê

Uma casa e todas as memórias que ela guarda não podem ser resumidas de uma vez só, então por aqui fazemos diferente. Ao invés de concentrar todos os detalhes e fotos em uma única matéria, criamos pequenos capítulos para que você possa curtir essa visita durante vários dias. É só acompanhar a ordem pelo título dos posts e apreciar o passeio sem se preocupar com o relógio.

Quando uma diretora de arte e um diretor de fotografia resolvem criar sua casa dos sonhos, o resultado só poderia ser algo incrível como o apartamento da Gizele Muller e do Alberto La Salvia. O casal trabalha com cinema e publicidade, então boas referências não faltam em sua bagagem. “Misturamos os estilos industrial, brutalista e escandinavo com alguns toques vintage para dar mais leveza e poesia. Além disso, usamos a madeira para trazer aconchego, pois o industrial por si só é muito frio e impessoal. Esse mix variado deixou a casa mais acolhedora”, Gizele diz.

Antes da reforma o apê na Vila Madalena estava em péssimo estado – tanto que quase nada foi aproveitado da planta original – porém mesmo assim Gizele e Alberto se encantaram com a localização, a vista e também a possibilidade de remover a maioria das paredes e integrar tudo. Como a moradora já sabia bem o que queria, ela contratou as arquitetas do Sub Estúdio para tocar o projeto e tirar suas ideias do papel. Depois de todo o quebra-quebra, o apartamento se tornou muito mais fluido e com espaços interligados: a cozinha se abre para a sala, o closet tem portas que correm atrás do sofá, o quarto traz divisórias de vidro e o banheiro também. Ou seja, não existem barreiras fixas entre os ambientes.

Além da nova distribuição dos espaços, a obra trouxe outros detalhes marcantes, como o teto de concreto que foi deixado à mostra e a estante da sala feita do mesmo material. Algumas soluções levaram em conta a praticidade, mas Gizele confessa que essa não foi sua prioridade na reforma: “Por sermos um casal de estetas, acho que a beleza veio antes da funcionalidade. O mobiliário é todo revestido de lâmina natural de freijó, que é muito sensível; dei banho de cobre nos metais, mesmo sabendo que não vai durar muito tempo; coloquei portas de vidro no banheiro, apesar de não darem muita privacidade…”, ela explica. Mas cada escolha valeu a pena.

Todas as paixões do casal são espelhadas na casa de alguma maneira. As viagens que amam fazer juntos são relembradas por meio de objetos, como um cinzeiro de charutos trazido da República Dominicana e as fotografias em preto e branco clicadas por Alberto. As plantas, que eles também adoram, são expostas com orgulho em terrários ou sobre as prateleiras de concreto. E o fascínio pelos vinhos e pela culinária culminam na cozinha: “Sempre que cozinhamos acabamos harmonizando com vinhos”.

Cada detalhe da cozinha foi pensado para que o ambiente ganhasse personalidade, e não apenas cumprisse sua função sem nenhum charme. O piso de pastilhas hexagonais evoca o clima vintage, as portas de serralheria dos armários e da área de serviço trazem o ar industrial e os móveis completam o cenário com texturas e tons acolhedores.

Gizele e Alberto têm o olhar afiado por anos de profissão em uma área criativa e inspiradora – e a consequência dessas influências positivas transbordam em todo o apartamento. “O nosso amor por viagens, arte e cinema influenciou nas escolhas estéticas da reforma”, eles dizem. * Gostou da história e quer conferir o restante do apê? Então clica no ‘Continua’ abaixo! 

Onde encontrar

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

Fotos por Alessandro Guimarães

Deixe seu comentário 22 Comentários

  1. Tive o prazer de estar hospedada por um dia neste lar incrível, com este casal lindo e querido… um ambiente super acolhedor e de muito bom gosto. Parabéns Gizele e Alberto!

    Responder
  2. A mais linda e descolada página de decoração! Parabéns!

    Responder
  3. Eu tô simplesmente apaixonada nessa cozinha! Amei as luminárias e as cadeiras. Vocês podiam informar onde foi que eles compraram, né?! ^^

    Responder
    • Olá Janaina!! Obrigada!
      Compramos as cadeiras na Maria Jovem Antiquário e as luminárias na Consolação em frente ao Yamamura.

      Responder
  4. Lindo!! Lindo!! Adorei a mesa de jantar, consigo saber de onde é por favor? Obrigada.

    Responder
  5. Que apartamento lindo! Todo esse verde dentro de casa é um sonho! Não vejo a hora da continuação, rsrs

    Vcs sabem de onde é a mesinha branca com madeira que eles usaram de bar? Obrigada!

    Responder
  6. Que lindo!!! Poderia dar a referência das luminárias pendentes?? Obrigada!

    Responder
    • Um sonho essas luminárias né? Também adoramos!!!
      Elas foram compradas na Consolação em frente ao Yamamura, mas a moradora não tem o nome exato da loja.
      Beijos

      Responder
  7. PARABÉNS…..! Estou amando a página, simplesmente maravilhosa….!!!!!!!!!

    Responder
  8. Uma das casas mais aconchegante do site,..parabéns ao casal e ao HdC pela matéria.

    Responder
  9. Olá, vcs sabem dizer de onde são os puxadores? Obrigada 🙂

    Responder
  10. Gente, que sonho de apartamento!! Que cuidado, que autenticidade! Adorei tudo! Vocês poderiam me dizer de onde é o tapete da sala, pfv???

    Responder
    • Oi Ariane!
      Autenticidade acho que é a palavra perfeita para definir esse apê mesmo. Estamos tentando checar com a moradora de que loja é o tapete, quando ela nos retornar eu te falo. Beijos

      Responder
      • ok! Aguardo ansiosa! Obrigada pelas matérias lindas, sempre fontes de inspiração pra gente!

        Responder

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Categoria

Histórias

Tags