Um grande achado | Capítulo 2

Loft em Portugal com uma decoração autêntica e arquitetura surpreendente

Da escada dá para ver o céu. Essa constatação é a primeira coisa que vem à mente de quem entra no apartamento da diretora criativa Mariana Tomé Ribeiro em Portugal. Na verdade, seria impossível não notar a imensa claraboia no hall de entrada do loft, como se flutuasse coroando a antiga escada de madeira. Não à toa, esse é um dos elementos preferidos da moradora, que sempre buscou uma casa autêntica no sentido mais amplo da palavra. As janelas e portas de madeira, tão características da arquitetura europeia, também entram na lista de detalhes especiais do apê.

“A claraboia já existia e adoro o fato de a entrada do apartamento ser duplex. Gosto muito das escadas, do corrimão e de seus detalhes. Também adoro o graffiti da parede que fiz quando me mudei para cá”, Mariana fala. Como uma das criadoras da Sabya Agency, o dia a dia da moradora é recheado de inspirações de lifestyle e moda, então o apê tem toda uma originalidade que de certa forma vem dessas referências. Ela diz que as mudanças feitas na decoração contribuíram para tornar os espaços mais confortáveis e acolhedores, apesar do grande pé-direito e da ausência de paredes.

Voltado para três portas charmosas que levam a uma pequena varanda, o quarto foi delimitado na planta com a ajuda de um volume branco onde fica o banheiro e o guarda-roupa. Ali o ponto de partida para a decoração foi a parede rosada atrás da cama. A cor foi escolhida por Mariana com a intenção de criar um ambiente mais feminino e calmo, e depois complementada com elementos em tons terrosos, como os abajures terracota. “Gosto de tudo em meu quarto. Mais fácil responder o que mais odeio, que é a falta de espaço para as roupas!”, ela brinca. O piso de madeira de todo o apê também aparece no banheiro, deixando esse pequeno cômodo ainda mais agradável – “e acaba por ser prático”, Mariana completa.

Mariana já morou em Nova York e Madrid, e seu espírito cosmopolita fala alto. Ela gosta muito de viver em Portugal, porém com frequência sente a necessidade de viajar e passar algum tempo fora para arejar as ideias. “O Porto é uma cidade demasiado calma e pequena para mim”, diz. Intensa, apaixonada por diversos assuntos e dona de um senso estético particular, a moradora realmente não ‘caberia’ em uma só cidade.

Quanto à casa, é nesse cenário que sua imaginação vem à tona com força total, ocupando cada canto com algo de especial, mas sempre deixando espaço para novas ideias. Para ela, o maior segredo para ter uma casa aconchegante e com personalidade é nunca comprar toda a decoração de uma só vez, mas sim procurar objetos que contem uma história e depois não ter medo de juntar essas diferentes peças do quebra-cabeça.

Fotos por Alessandro Guimarães

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


COMENTÁRIOS # 2

  1. Já morei em Portugal, e esse apartamento me transportou para lá novamente. Saudade imensa! Lindo o apê e, como sempre, fotos lindas e curadoria primorosa do “Histórias de Casa”. Parabéns!

    Responder

NOS VEMOS NO INSTAGRAM
@historiasdecasa