Cores em sintonia | Capítulo 1

Reforma esperta e paredes coloridas em um apartamento inspirador

A gente escreveu essa matéria com a SUVINIL, nossa maior referência quando o assunto é cor na decoração. Juntos, acreditamos que cada história tem uma cor e cada cor tem uma história, e é essa combinação que transforma um ambiente em um verdadeiro lar. Por isso, nos próximos meses nós iremos compartilhar aqui no blog, casas que inspiram pelas suas cores. Fica aqui com a gente para acompanhar essa história de perto.

Azul clarinho como pano de fundo na parede da sala, rosa suave no corredor, azul acinzentado cobrindo a porta de entrada… no apartamento dos arquitetos Denis Joelsons e Gabriela Baraúna, as cores também fazem parte da história. Além de trazer identidade aos ambientes, essa mistura foi usada pelos moradores como um recurso espacial, ajudando a delimitar diferentes funções dentro do apê de 70m². Com muitas referências sobre o uso da cor em mente, como o trabalho do pintor Josef Albers ou os projetos do mexicano Luis Barragán, o casal criou sua própria interpretação colorida na hora de construir seu lar.

Quem visse o apartamento dois anos atrás nem desconfiaria que ele pudesse ficar tão acolhedor com poucas alterações, mas Denis e Gabriela usaram seus instintos apurados pela profissão para enxergar o potencial do lugar por trás de cômodos detonados e acabamentos em mau estado. “O prédio foi lançado em 1953 e nunca foi muito bem conservado, então vocês imaginam… além disso, a planta era original ainda, com os serviços completamente segregados do estar, e uma cozinha nanica”, lembram. Mesmo assim, os arquitetos foram convencidos pela vista ampla, pelo pé-direito alto e pela localização – em plena Avenida Paulista.

O casal sabia que precisaria fazer uma reforma, mesmo que fosse pequena. Desde o começo, eles buscaram soluções econômicas, então as intervenções foram bem pontuais – e a pintura das paredes também entra nessa lista, é claro. A sala, por exemplo, não teve quase nenhuma transformação estrutural: apenas o vão de acesso foi ampliado, pois antes era somente uma portinha. Para dar forma ao espaço, Denis e Gabriela desenharam uma estante modular metálica que se estende até a cozinha, costurando usos muito díspares. Ora ela serve de rack para a TV, a vitrola e o sistema de som; ora como bar; ora como biblioteca. E na cozinha comprida, ainda acomoda um pequeno escritório.

“A estante é uma adaptação do sistema 606, linha projetada pelo designer alemão Dieter Rams. Queríamos que ela tivesse certo destaque e ainda mantivesse a qualidade de ser um suporte neutro para os livros e discos, mais coloridos. Então pintamos a parede lateral da sala de azul claro, para dramatizar um pouco o branco das folhas de aço que compõem o móvel e jogar com a profundidade do espaço”, os moradores explicam.

Denis reforça que, no caso deles, foi fundamental testar as cores direto na parede, porque a luz do lugar influencia bastante – assim como a relação entre os tons. “Algumas paredes refletem mais luminosidade, pois estão mais próximas das janelas ou recebem sol direto, etc. Normalmente tons escuros não vão bem em pontos com farta iluminação natural. Acho que fazer testes é fundamental. Existem coisas muito subjetivas na escolha das cores”, fala.

Inspiração Suvinil

Algumas cores que você vai amar

Barragán, uma das inspirações do casal, disse certa vez que não usava o verde em seus projetos, porque essa cor é a própria natureza que dá. Denis gostou e acabou absorvendo o ensinamento: em seu apartamento, o verde vem da grande coleção de plantas. Além das espécies ornamentais – como a Jiboia, que espalha seus ramos entre os livros sem timidez – os arquitetos cultivam temperos e ervas usados no preparo de receitas. “As plantas fazem toda a diferença na sensação do ambiente da casa. Elas dão (trabalho) e vida”, brincam.

A decoração do apartamento de Denis e Gabriela é o encontro de muitas ideias. Tem simplicidade nas soluções de uma reforma objetiva; tem delicadeza na escolha de móveis, quadros e objetos queridos; tem criatividade no modo como as cores são usadas lado a lado e tem alma no conjunto da obra. * Gostou da história e quer saber mais? Fique ligado no Capítulo 2 para conferir.

Fotos por Isadora Fabian, do Registro de Dia a Dia

CONTINUA

Onde encontrar

Peças inspiradas nessa história

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


COMENTÁRIOS # 7

  1. Que demais esse apê! E as cores são realmente lindas. 🙂

    Responder
  2. Adorei que vocês colocaram a paleta de cores desse apartamento lindo!!!! Já estava mandando um e-mail quando vi o quadro no meio da matéria… aliás, fica a dica para colocar em todas as histórias! Ia ser muito útil.
    Achei muito boa essa combinação de azul claro e escuro que os moradores colocaram na sala… sempre quis fazer algo assim, mas tinha medo de ficar um pouco pesado.

    Responder
    • Oi Agata, tudo bom?
      Oba! Que bom que gostou das sugestões de tintas… os leitores sempre perguntam mesmo, assim resolvemos facilitar!
      O azul fica lindo, está entre nossas cores preferidas. Beijos

      Responder
  3. Essas poltronas embaixo da janela, com essa vista… acho que é o mais perto que dá para chegar da praia morando em SP.
    Gostei também de como o casal conseguiu conciliar as caixas de som (que são lindas) com essa decoração inspiradora. Minha mulher sempre reclama que elas são muito grandes e que deixam a sala feia… vou mostrar essa sala pra ela se inspirar!

    Responder
  4. Amei!!!

    Responder
  5. Olá, procuro uma adaptação do sistema de prateleiras de Dieter Rams há muito tempo. Vocês saberiam dizer qual foi a solução encontrada pelo casal? Qual o fabricante? Impressionante como sempre encontro minhas referências dos sonhos aqui.

    Responder

NOS VEMOS NO INSTAGRAM
@historiasdecasa