Vocação para a decoração | Capítulo 1

Apartamento em Lisboa onde cores e estilos se mesclam em harmonia

A luz natural e as cores alegres invadem o lar dos portugueses Pureza e Pedro no Largo de São Sebastião da Pedreira, em Lisboa. Eles se mudaram para o endereço há 2 anos, mas desde então a família cresceu com a chegada da pequena Rosa, de apenas 4 meses – e com ela a casa ficou ainda mais feliz e colorida, é claro. Quando o casal descobriu o apartamento, ele estava desocupado e fechado há algum tempo, mas mesmo assim foi possível notar todo seu potencial. “O lugar era uma antiga casa de penhores. O que mais nos encantou foi a sua antiguidade, os tetos e o chão eram um charme que nos conquistou logo à primeira”, lembram.

Pureza tem uma paixão enorme por decoração, além de um talento nato para misturar estilos, e isso pode ser percebido em todos os cômodos. Para ela, é fácil compor uma cômoda vintage com um tapete pink de estampa étnica, por exemplo. Inspirada por essa história de montar a casa aos poucos e dar atenção a cada detalhe, a moradora decidiu explorar mais sua vocação e fazer uma guinada na carreira: de marketeer a designer de interiores. E não havia melhor maneira de começar do que por seu próprio lar.

“O prédio é de 1800 e qualquer coisa, não sei o ano ao certo. Mas o apartamento foi todo remodelado, houveram obras grandes”, Pureza conta. Alguns elementos originais da arquitetura foram mantidos, assim como uma peça ou outra da decoração. O móvel amarelo que fica na sala, inclusive, é uma herança dos tempos da casa de penhores: “Nós mandamos restaurar e reaproveitamos”, ela explica. As cores são uma parte importante na forma como a moradora cria composições e espaços, pois ajudam a dar-lhes vida e personalidade. Além disso, Pureza acha essencial que a casa tenha um toque de diversão, e os tons alegres também contribuem para isso.

A grande inspiração do casal foram eles mesmos – sua personalidade, as viagens que fizeram e seus interesses… tudo traduzido de alguma maneira nos ambientes do apartamento. “O que acho que mais distingue a nossa casa é o fato de que tudo o que lá está é escolhido ao detalhe, mesmo que demore bastante até decidirmos. O que mais gosto é de pesquisar. Quando meto algo na cabeça, não descanso até encontrar, e isto vai desde um cabide de toalhas a uma mesa”, Pureza brinca. Por isso a decoração é tão cheia de relíquias, como os móveis vindos do primeiro endereço do casal, em Londres; as cadeiras da mesa compradas de um restaurante mexicano prestes a fechar; o baú de um mercado de segunda mão; os vasinhos de Nova York; as luminárias garimpadas online e por aí vai…

A sala é o espaço predileto dos moradores. Primeiro porque a junção e a harmonia das cores dos móveis refletem muito bem sua personalidade. Segundo porque esse cômodo tem acesso ao jardim ensolarado – outro recanto convidativo do apartamento, em especial nos dias de verão. “A nossa casa é parte de nós. Alguém que a visite, mesmo sem estarmos presentes, fica a conhecer-nos bem, e é isso o que mais gosto”, ela define. * Quer conferir mais fotos desse lar em Portugal? Fique ligado no Capítulo 2 e boa viagem!

Fotos por Alessandro Guimarães

CONTINUA

Onde Encontrar

Peças inspiradas nessa história

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


COMENTÁRIOS # 5

  1. Eu só consigo olhar pra esse lustre com passarinhos….

    Responder
  2. Linda decoração! Poderia informar onde compraram essa mesa de centro de madeira? Obrigada!

    Responder
    • Oi Renata, tudo bom?
      Essa casa fica em Portugal, então a mesa deve ser de alguma loja de lá. Podemos sondar para você… Te interessa?
      Bjs

      Responder

NOS VEMOS NO INSTAGRAM
@historiasdecasa