A força da cor | Capítulo 2

Tons inspirados na natureza e referências latinas povoam essa casa

A gente escreveu essa matéria com a SUVINIL, nossa maior referência quando o assunto é cor na decoração. Juntos, acreditamos que cada história tem uma cor e cada cor tem uma história, e é essa combinação que transforma um ambiente em um verdadeiro lar. Por isso, nos próximos meses nós iremos compartilhar aqui no blog, casas que inspiram pelas suas cores. Fica aqui com a gente para acompanhar essa história de perto.

A casa da designer Dai e do ilustrador Jonas é um lugar que recebe a todos de portas abertas. Colorido, convidativo e sem frescuras, esse lar se tornou tão importante para o casal que deu início até a novos planos profissionais e virou um ponto de encontro para pessoas interessadas em cultura, botânica, decoração e afins. “Hoje ela é um laboratório para o que sempre quisemos fazer e estamos já colocando em prática. Além de morada, a casa é usada para receber artistas independentes, lançamentos de livros, pequenos shows…”, Dai explica. Aliás, essa experiência deu tão certo que em breve os moradores irão inaugurar a Casa Fuerte, uma extensão de tudo isso em um segundo endereço.

Durante esses encontros artísticos, o espaço mais usado é o quintal, por isso desde a mudança o casal se dedicou a deixá-lo mais agradável e interessante. “Tudo começou com a parede de fundo, foi o ponto de partida. Na época, estávamos apaixonados pela cor Terra Roxa, da Suvinil, e a partir dela começamos a planejar como ficaria o jardim. Hoje essa parede é o marco zero da casa e tudo fica incrível por lá”, contam.

Depois os moradores precisaram solucionar a questão do teto de forma rápida e barata, então daí veio a ideia de preencher o local com plantas suspensas e montar uma espécie de forro com tecidos, escondendo as telhas originais. Para completar o astral positivo da área externa, Dai e Jonas convidaram o amigo André Nódoa para criar uma arte toda colorida no muro lateral, deixando esse trajeto até os fundos ainda mais inspirador.

Na edícula conectada com o quintal ficam os dois ateliês do casal: o de Jonas acomoda suas telas e itens de pintura, enquanto o de Dai ajuda a organizar seus materiais de marcenaria. “Para mim é importante o espaço estar visualmente organizado, não consigo trabalhar de outra forma. E estar em um ambiente vivo e ventilado fez toda a diferença no processo”, ela fala. Em uma das paredes pintadas com o tom Seiva de Cajueiro, da Suvinil, a moradora instalou a estante vinda de seu antigo endereço e isso ajudou ainda mais na arrumação diária. No andar de cima o casal tem ainda o estúdio musical, onde Jonas consegue receber amigos e clientes.

As cores aparecem de forma impactante também no quarto do casal, pintado com o tom Algodão Colorido, da Suvinil, na parede de cabeceira e no teto. Segundo os moradores, já fazia um tempo que eles queriam explorar a cor rosa de alguma forma, e nesse ambiente precisavam de uma tonalidade mais tranquila, então logo veio a ideia de apostar nessa nuance. “Temos pesquisado muita coisa sobre Luis Barragán ultimamente, e acabou influenciando. Agora sentimos que o espaço ficou mais amplo e aconchegante. Pintar o teto também fez muita diferença, quando a luz entra no quarto de manhã bem cedo fica uma cor incrível”, contam.

INSPIRAÇÃO SUVINIL

ALGUMAS CORES QUE VOCÊ VAI AMAR

Da porta de entrada ao quarto do casal, cada pedacinho dessa casa tem uma cor e um clima. Cores que lembram as plantas e a terra, e que trazem à tona uma forte latinidade – aliás, essa é outra das paixões dos moradores e dos artistas que frequentam o espaço. Assim, com muita alma e sem muita regra, Dai, Jonas, Tião e Gessé aos poucos transformam a casinha em um lugar ainda mais especial!

Fotos por Alessandro Guimarães

ONDE ENCONTRAR

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


COMENTÁRIOS # 4

  1. Essa casa está linda demais!!!

    Responder
  2. Ameiii todas as ideias postadas, cores maravilhosas deixou o espaço alegre e acolhedor!! Parabenss.

    Responder
  3. Alguém já deve ter dito isso pra vocês, mas a gente que frequenta blogs de decoração, nacionais ou não, gostamos de salvar fotos de referência, de coisas que gostamos, ideias, etc. E quando um site como o seu tenta proibir a gente de baixar as fotos, fica um pouco sem sentido, sabe? Porque esse é um dos motivos de estarmos aqui. Parece que vocês não conhecem o público do tipo de site que vocês se propõem a manter (por sinal, o melhor site de decoração nacional na minha opinião). Enfim, não entendo o posicionamento de vocês e nem acho que é eficiente já que eu, assim como tenho certeza de que muitas outras pessoas, continuo salvando as fotos normalmente, só que tenho que usar um plugin no navegador, o que é muito chato.

    Responder
    • Oi Larissa, tudo bom?
      Ficamos felizes que esteja acompanhando o blog e que goste tanto do nosso conteúdo. Obrigada!
      Fizemos essa mudança pois nosso conteúdo estava sendo replicado sem autorização, inclusive comercialmente. Uma alternativa legal para você organizar suas referências é o Pinterest. 🙂

      Responder

NOS VEMOS NO INSTAGRAM
@historiasdecasa